10 passos sobre adoção no Brasil para mães interessadas

10 dicas para mães que desejam adorar uma criança

10 dicas para mães que desejam adotar uma criança 1

A adoção de crianças ainda é um assunto bastante polêmico, que divide opiniões, mas, acima de tudo, é um processo bastante demorado aqui no Brasil. Muitas pessoas têm o desejo de ter uma família, e por algum motivo acabam procurando e optando pela adoção. As mulheres em geral são as mais interessadas em adotar, principalmente quando apresentam dificuldades em gerar um bebê naturalmente, Porém, também há casos de mães que já têm os seus filhos e desejam aumentar a família, aumentar esse amor.

O fato é que para adotar é preciso paciência, dedicação e também conhecimento. Por isso agora vamos conferir 10 passos básicos sobre adoção no Brasil:

  1. Para começar, faça o Cadastro de Pretendentes para Adoção no Juizado da Infância e da Juventude na sua cidade;
  2. A lei permite que mulheres solteiras, separadas ou viúvas adotem, bem como homens, desde que sejam maiores de 18 anos, tenham renda financeira suficiente e condições de vida e psicológica para cuidar de uma criança;
  3. É necessário que haja uma diferença de pelo menos 16 anos entre a idade da pessoa que vai adotar e a adotada;
  4. Você poderá escolher um perfil de criança que deseja adotar, determinando o sexo, a condição de saúde e a idade para crianças com mais de três anos, a chamada adoção tardia;
  5. Em até dois meses um psicológico do Juizado deverá entrar em contato para marcar uma entrevista onde ficará sabendo mais sobre você e sua vida;
  6. Um profissional da assistência social poderá ser encaminhado à sua casa para averiguar de perto as condições em que você vive e se o ambiente é adequado para receber uma criança;
  7. Após o laudo pode ser emitido a você um certificação de habilitação para adoção, o qual é válido por dois anos em território nacional;
  8. Com o certificado pronto você passa a ocupar um lugar na fila de espera para adoção de crianças no seu Estado. Esse período pode ser mais demorado de acordo com o perfil de criança solicitado;
  9. Você pode usar o seu certificado para adotar uma criança que já conheça, fora da fila. Para isso precisará de um advogado para entrar com o processo de pedido no Juizado da Infância e Juventude;
  10. Se a criança com o perfil que você escolheu tiver irmãos também para adoção o juiz pode ser contra a separação da família e lhe oferece a adoção de todos.

 

Estas são apenas algumas informações básicas, há mais detalhes importantes que o próprio Juizado pode esclarecer.

 

Por Íngrid de Castro

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário