4 motivos sérios para não levar o celular para cama

4 razões para não levar o celular para cama

4 razões para não levar o celular para a cama 1

O celular é um dos produtos eletrônicos que tem participado cada vez mais ativamente da vida das pessoas. Além de passar o dia todo checando as novidades nas redes sociais, acessando e-mails, lendo notícias e pesquisando na telinha, ainda não desgrudamos do aparelho nem na hora de ir para a cama. Pois é, o celular vem sendo um tipo de distração na hora de dormir, mas você sabe por que ele não deve “deitar” com você? Confira quatro razões para não levar o celular para cama:

  1. Redução da produção do hormônio do sono – segundo algumas pesquisas, levar o celular para a cama pode comprometer o seu sono, pois a luz azulada emitida pelo celular faz com que a produção de melatonina, o hormônio que nos causa o sono, seja reduzida. Isso acaba gerando um impacto físico e psicológico no seu desempenho no dia seguinte, reduzindo também a sua disposição.
  2. Sempre alerta – com o celular ao lado da cama, ou até mesmo na mão, enquanto ainda estamos navegando antes de dormir, não desligamos fácil e também nos sentimos na obrigação de estar sempre disponível. Ao menor sinal de chegada de um novo e-mail ou mensagem no famoso aplicativo Whatsapp nos sentimos na obrigação de responder em seguida. A proposta é desconectar à noite, principalmente em relação ao trabalho, mas para isso os chefes precisam fazer o mesmo;
  3. Possível risco de câncer cerebral – segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o aparelho celular emite uma radiação que pode acabar aumentando as suas chances de desenvolver um possível tipo de câncer no cérebro no futuro. Por via de dúvidas, não custa tentarmos reduzir um pouco o nosso contato com o aparelho, não é mesmo? Bem, pelo menos podemos tentar fazer isso na hora de dormir para garantir uma noite mais tranquila;
  4. Dormir com o celular ao lado pode causar atrasos no dia seguinte – enquanto você acha que está se distraindo com o aparelho nas mãos até o sono chegar, não percebe que já se passaram vários minutos, meia hora, uma hora, às vezes até mais. Com uma noite de sono mal aproveitada o resultado é um dia seguinte bem menos produtivo, podendo começar até com atrasos. Então, vamos desligar o aparelho ou deixa-lo longe, pelo menos nessas oito horas de sono.

Pode parecer difícil largar os maus hábitos, mas em benefício da nossa saúde e qualidade do nosso sono, vale a pena tentar.

 

Por Íngrid de Castro

Deixe um comentário