Ácido Retinócio Beneficios e Cuidados

Ácido retinoico – como usar

Quando se fala em beleza, tudo vale a pena. A cada dia surge uma novidade no meio estético, que promete sempre fazer muitas benfeitorias à nossa pele. Sempre há por trás de tanta promessa uma substância milagrosa, a escolhida da vez é o ácido retinoico. Ele possui muitos benefícios, entre eles o estimulo da produção de colágeno, a suavização das rugas, a melhora na textura e firmeza da pele, além de servir para clarear manchas, controlar a oleosidade e prevenir a acne. Pensa que isso é tudo? O ácido tem muito mais a fazer por você, ele também é um rejuvenescedor, utilizado em procedimentos como peeling facial.

Até então, temos motivos de sobra para usar e abusar do ácido retinoico, mas não é bem assim. Apesar de possuir todos esses benefícios, a substância também pode oferecer alguns riscos caso seja utilizada de maneira errada. Se o uso for incorreto, pode surgir inflamações na pele e o efeito pode ser negativo e, em vez de deixar você com a aparência mais jovem, o ácido pode acelerar o envelhecimento.

O principal erro ao aplicar o ácido é o exagero na concentração, o ideal é começar o tratamento usando uma quantia baixa do produto e ir aumentando a quantidade gradativamente. Os primeiros sinais de que algo está dando errado são vermelhidão, descamação e irritação da pele. Fique atenta.

É aconselhável que se use o medicamento com ácido retinoico por no máximo três vezes na semana e sempre falhando um dia entre cada aplicação. A porção equivalente a um grão de ervilha é o suficiente para ter todos os benefícios.

 

Por Ingrid de Castro.

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário