Alimentação Macrobiótica

De origem grega, a palavra macrobiótica vem da junção das palavras gregas macro, que significa (grande) e bio (vida). Criada no final dos anos de 1960 por Michio Kushi, a alimentação macrobiótica consiste numa alimentação baseada em uma filosofia e  estilo de vida diferente, que acredita na teoria das duas forças: yin (negativo) e yang (positivo), como regentes de todos os aspectos da vida. O yin e o yang são duas forças opostas, yin é o lado flexível, frio e yang é o lado forte, quente, dinâmico. Com isso, o objetivo da alimentação macrobiótica é equilibrá-los para promover a saúde e bem estar.

 

A alimentação macrobiótica é baseada em uma alimentação rica em cereais integrais, legumes, leguminosas e frutas, tudo sendo equilibrado pelos elementos yin e yang. Conheça os elementos que pertencem a essas duas forças:

Alimentos Yin: centeio, aveia, milho, cevada, berinjela, tomate, pimenta, pepino, espinafre, alcachofra, abóboras, cogumelos, ervilhas, beterraba, alho, couve-flor, lentilhas, pescado, porco,

vaca, iogurte, natas, manteiga, margarinas, frutos, mel, açúcares, café, vinho, cerveja, chá verde, pimenta, refrigerantes.

 

Alimentos Yang: arroz, trigo, alface, repolho, alho-porro, grão-de-bico, rabanete, nabo, cebola, salsa, cenoura, agrião, linguado, atum, salmão, camarão, sardinhas, pato, peru, ovos, leite, queijos, amêndoa, azeitonas, óleos vegetais não refinados, alecrim, vinagre, mostarda, baunilha, açafrão, sal marinho não refinado.

Na alimentação macrobiótica, são excluídas do consumo diário alimentos de origem animal, que devem ser retirados aos poucos da alimentação, até que o próprio organismo não sinta mais essa necessidade. Também devem ser excluídos alimentos processados, congelados ou enlatados.

 

De acordo com os adeptos deste estilo de vida, consumir alimentos yin e yang pode exercer influencia direta na personalidade e características do individuo. Por exemplo, pessoas que possuem alimentação extremamente yang podem adquirir caráter agressivo, impaciente, dominador, ao passo que pessoas que possuem alimentação unicamente yin podem tornar-se pessoas depressivas, dependentes e preguiçosas. Por tanto, é preciso equilibrar bem o consumo de alimentos yin e yang, sabendo como escolher os alimentos para ressaltar pontos que deseja em sua personalidade.

A quantidade a ser consumida dos alimentos yin e yang depende das características individuais de cada pessoa. Esta filosofia é baseada apenas em equilibrar o yin e o yang, não considerando a distribuição exata dos nutrientes e calorias dos alimentos.Porém, uma grande vantagem deste tipo de alimentação é o consumo elevado de fibras, que contribuem para prevenção de diversas doenças, como cânceres, problemas cardíacos e para o bom funcionamento do intestino. A dieta macrobiótica propõe a cura de doenças físicas, purificando-as. Seus seguidores afirmam ser essa dieta capaz de ajudar a encontrar a paz interior e salvação do consumismo, assim como trazer benefícios para a saúde.

 

Por Malanny Serejo

Deixe um comentário