Alimentos que Combatem a Anemia

Atualizado em:

Alimentos que Combatem a Anemia Alimentos que Combatem a Anemia

Segundo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde), cerca de 1/3 da população mundial sofre com a anemia, considerada a deficiência nutricional mais comum da atualidade. Ela causa a redução da concentração de hemoglobina no sangue, uma proteína cuja função primordial no organismo é transportar oxigênio. Com a queda nos níveis de hemoglobina, o sangue não consegue manter todos os tecidos do corpo devidamente oxigenados. Sintomas como unhas quebradiças, fadiga excessiva, queda de cabelo, podem caracterizar um quadro de anemia por falta de ferro.

Como consequência, o indivíduo que sofre de anemia por deficiência de ferro – existem também as provocadas pela falta de vitamina B12 e ácido fólico, que são mais raras – tende a sentir-se constantemente cansado, fraco, sofre com dores de cabeça, e, em casos mais graves, pode chegar a perceber uma significativa redução nas suas habilidades cognitivas e psicomotoras.

A intensidade dos sinais físicos varia de acordo com o quadro. As anemias, em geral, podem ser classificadas como agudas ou crônicas. As agudas estão relacionadas com uma grande perda de sangue, ocasionada por uma hemorragia, por exemplo. Seus sintomas são bastante intensos, sendo os mais comuns: cansaço, fraqueza, sonolência, dor nas pernas, taquicardia, palidez, cefaleia, mãos e pés frios e até uma redução nas habilidades cognitivas e psicomotoras.

Já as anemias crônicas costumam provocar os mesmos sintomas, porém numa intensidade muito menor. Nesses casos, as principais queixas referem-se à palidez e a uma sensação de fraqueza provocada por mínimos esforços. Para evitar esse mal, consuma com frequencia alimentos ricos em vitamina C, como as frutas cítricas e os vegetais escuros. Consumidos durante o almoço ou o jantar, ou logo depois deles, são capazes de potencializar o aproveitamento desse mineral tão importante para o funcionamento do nosso corpo.

A vitamina C pode aumentar em até três vezes a absorção do ferro. Também inclua alimentos ricos em ferro na dieta diária. Boas fontes são: fígado, rim, coração, carnes vermelhas, de aves ou de peixes, ostras, mariscos, gema de ovo, frutas secas, melaço, pães de trigo integrais e enriquecidos, vinhos, cereais feijão, grão-de-bico, mexilhão, ameixa seca, vagem, espinafre, couve, cogumelo, rúcula, agrião, soja, batata-doce, ostras, salmão e abóbora.

 

Por Malanny Serejo / foto: divulgação

Revisado por: em .

Deixe uma pergunta ou sugestão abaixo!