Angioplastia – O que é?

Técnica indicada para pacientes com graves obstruções coronárias, principalmente as da artéria coronária esquerda principal, a Angioplastia utiliza um minúsculo balão inflado dentro da artéria obstruída com placas de gordura e sangue, além de uma mini tela de aço que, aberta, facilita a passagem do sangue. O procedimento é usado desde 1983 nos Estados unidos e chegou ao Brasil recentemente. Com esse método, agora também é possível os pacientes recebem, durante a operação, uma substância que impede o reinfarto.

Em alguns casos, é utilizado, na Angioplastia, um dispositivo chamado stent no local da obstrução para manter a artéria aberta, trata-se de uma malha auto-expansível de aço inoxidável. O médico usa um aparelho de raios X para observar o coração e as artérias, injeta no paciente um contraste para ressaltar o fluxo sanguíneo dentro das artérias, fato que ajuda a observar possíveis obstruções nos vasos que levam ao coração. A sonda é introduzida até perto da obstrução, o globo, perto da extremidade, é inflado para abrir o vaso bloqueado e restaura o adequado fluxo sanguíneo no coração.

A angioplastia é realizada para tratar dores persistentes no peito (angina), obstrução de uma ou mais artérias coronárias, obstrução de uma artéria coronária durante ou depois de um ataque cardíaco. Entretanto, a angioplastia não cura a causa dos bloqueios e as artérias podem novamente estreitar-se, fato que pode requerer outra angioplastia. Os pacientes devem seguir uma dieta especial, praticar exercícios, abandonar o tabagismo e reduzir o estresse.

 

Os riscos de uma angioplastia são: reação alérgica ao contraste radiológico; danos a algum vaso sanguíneo ou válvula; morte; arritmia cardíaca; AVC (acidente vascular cerebral), embora seja pouco comum; insuficiência renal (o maior risco ocorre entre pessoas que possuem problemas renais antes do procedimento cirúrgico); obstrução do fluxo sanguíneo a determinada região do coração e sangramento da área onde é introduzido o cateter.

Por Malanny Serejo

Deixe um comentário