As diferenças entre a gripe suína e a gripe comum

gripe-suina-comum

Gripe suina e  Gripe comum
Ainda existem muitas dúvidas em relação a gripe suína informações disponíveis para os sintomas são febre muita alta, dores musculares, dor de cabeça, dor nas juntas e articulações e ardor nos olhos.

A gripe se manifesta de uma hora para outra e apresenta sintomas mais severos. De repente, a pessoa infectada sente dores pelo corpo, especialmente no abdômen e nas articulações, tremores, frio intenso e febre acima de 38° C, além de apresentar tosse seca e um expelir um pouco de catarro. Os sintomas em geral duram entre 5 e 7 dias.

È muito difícil diferenciar a gripe suína da gripe comum sem a realização de um exame laboratorial. Mas quando os sintomas clássicos da gripe (descritos acima) vêm acompanhados da falta de ar. Esse quadro não é determinante, mas pode caracterizar a gripe suína.

Deve-se recorrer à ajuda médica somente em dois casos:

se você faz parte do grupo de risco: pessoas idosas, crianças menores de dois anos, grávidas, doentes crônicos e pacientes em tratamento de câncer

se os sintomas da gripe são muito exuberantes e não cedem após um ou dois dias. Exemplos: febre alta que vai e volta com muita frequência ou falta de ar severa.

Os médicos recomendam que as pessoas fiquem em repouso absoluto por um período entre 5 e 7 dias: não saiam de casa, não vão à escola nem ao trabalho, já que a capacidade de contágio é alta. Indica-se também o uso de medicamentos para curar os sintomas adequados, ou seja, antitérmico se houver febre, analgésico se houver dor, e assim por diante. Vale lembrar que os chamados antigripais de nada adiantam para curar a gripe suína. É importante alimentar-se e dormir bem.

Deve-se tomar alguns cuidados: colocar um lenço diante da boca na hora de tossir, lavar bem as mãos e evitar contato com as mucosas.

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário