Bronzeamento Artificial

Mantes o bronzeado do verão ou deixar a pele bronzeada artificialmente através de bronzeamento artificial pode trazer alguns problemas futuros para a pele . Atualmente existem várias técnicas de bronzeamento artificial mas a maioria dos especialistas são contra .

Segundo os médicos , os raios ultravioletas emitidos por  camas e cabines que fazem o bronzeamento artificial podem provocar câncer e aceleram o envelhecimento das células. As pessoas que tem propensão a ter câncer corre risco até mesmo tomando sol.

Apesar do bronzeamento artificial não descascar a pele e também não oferece o risco de queimaduras. O efeito que se consegue através de camas e cabines de bronzeamento, que estão cada vez mais confortáveis e bem equipadas. Mas a maioria dos dermatologistas não aprovam a técnica.

As clínicas de estética que oferecem bronzeamento artificial são obrigadas a cumprir algumas regras impostas pela Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, órgão do Ministério da Saúde. Todas devem possuir registro de funcionamento e cadastro de clientes, além de deixar em local visível informações sobre os riscos oferecidos pela exposição às luzes da câmara.

Aproveite que o verão esta chegando e invista em bons cremes e produtos com filtro solar acima do fator 20, tome sol de maneira moderada e responsável, e nos horários da manhã ou no final da tarde. Reaplique o protetor solar sempre que sair da água ou conforme as instruções do rótulo do produto.

Vale lembrar que o sol além de acelerar o processo de envelhecimento ele é gradativo e pode ocasionar sérios problemas para a sua saúde.

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário