Página inicial » Estética corporal » Carboxiterapia e seus benefícios

Carboxiterapia e seus benefícios

Atualizado em:

carboxiterapia Carboxiterapia e seus benefícios

A carboxiterapia é a aplicação de gás carbônico (CO2) através de infusão nos tecidos com pressão controlada. Tem feito muito sucesso na medicina estética devidos aos bons resultados obtidos no tratamento de celulite, estrias e no combate da flacidez.

O gás carbônico é o produto natural do metabolismo após o uso de oxigênio, sendo produzido no organismo diariamente em grandes quantidades e portanto não apresenta alergia ou toxicidade, se usado na quantidade habitual.

A ação da carboxiterapia é baseada em dois mecanismos: É um potente vasodilatador, o gás carbônico aumenta o fluxo de oxigênio para os tecidos (pele, gordura) ao melhorar a circulação no local da aplicação. Um tecido melhor oxigenado queima mais gordura, cicatriza melhor, produz mais colágeno.

O segundo mecanismo de ação se deve à distensão da pele pelo gás, isso leva a uma retração do tecido distendido e conseqüente melhora da flacidez.

A Carboxiterapia é feita através de injeção com agulha muito fina, a aplicação causa pouco desconforto. É comum um ardor na hora da aplicação e leve coceira logo após. O tecido fica pouco distendido por aproximadamente 15 minutos, voltando depois ao seu estado normal. A quantidade e freqüência das sessões variam conforme o tipo e local do tratamento. Os efeitos são vistos após algumas semanas, quando ocorre a maior produção do colágeno, retração e queima da gordura.

O resultado esperado e a frequência das aplicações dependem do tipo de pele, biótipo do paciente, grau da alteração a ser tratada e deverão ser discutidos em avaliação com o médico.

Revisado por: em .

Sobre TodaPerfeita

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>