Culinária e Comida Chinesa

Uma das mais ricas do mundo, a culinária chinesa é bastante apreciada pelos brasileiros, sendo ela opção principal de alguns que desejam degustar uma receita exótica e também muito saborosa. Com mais de 10 mil pratos espalhados por aproximadamente 20 regiões diferentes da China, a cozinha do país exibe uma ampla variedade de receitas, preparadas com infinita gama de ingredientes.  Culinária milenar, ela surgiu a mais de 5 mil anos, com os primeiros povos que habitaram a região.

Deliciosa mas excêntrica, a gastronomia chinesa também é conhecida por conter iguarias preparadas a partir da carne e partes incomuns de animais aparentemente nada apetitosos, e que não costumam entrar no nosso cardápio. Bichos como cachorros, gatos, tigres, tubarões, cobra, macaco, escorpião, gafanhoto e demais insetos, entram frequentemente para a lista de compras e pratos principais dos chineses.

Mas antes que você os ache asquerosos por comerem insetos, e seres malvados por comerem nossos fofos pets (cães e gatos), tal fato tem uma explicação. Devido a fome, a pobreza e a guerra marcarem a história do país, os chineses, para poderem então sobreviver, tiveram que deixar de lado preconceitos alimentares e aproveitar, literalmente, qualquer coisa que pudesse ser levada à boca.

Uma típica refeição chinesa busca equilíbrio entre aroma, temperatura, sabor, cor, textura e consistência dos alimentos. Na mesa chinesa costuma aparecer: sopa, arroz, tofu, molho de soja, pasta de soja, pão, verdura, carnes, aves ou pescados cozidos, algumas frutas nativas (laranja kinkan e lichia, loquat, mandarina, pêssego, kiwi, tangerina, damasco e melão), peixes de água doce e salgada, frutos do mar e algas marinhas.

Seguindo o princípio taoísta – religião chinesa -, na gastronomia do país, um prato deve ser doce (representando o símbolo yin) e o outro salgado (yang); um frio (yin) e o outro quente (yang); um macio (yin) e o outro crocante (yang).

Embora na cozinha chinesa existam poucas ervas aromáticas, eles sabem muito bem combiná-las. O que resulta em temperos fantásticos, procurados no mundo todo – o pó das cinco especiarias (anis-estrelado, fagara, cássia, semente de funcho e cravo-da-índia), o molho de soja, o see yau, e o hoisin. Também utilizam, mas não com frequência: sal, vinagre de arroz, gengibre, coentro, alho, alho-poró, malagueta, cravo, casca de tangerina, semente de sésamo e anis-estrelado.

Além da famosa pitadinha de açúcar, presente em quase todos os pratos chineses para realçar o sabor dos ingredientes e receitas. Exemplos são o popular no Brasil, Yakissoba, o Bolinho de arroz recheado, o Tofu recheado, o Camarão-trovão e o Camarão à moda de Xangai

Por Malanny Serejo

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário