Como Acabar com a Gordura Localizada

Atualizado em:

gordura localizada como acabar Como Acabar com a Gordura Localizada

Acabar com a gordura localizada, seja nos culotes ou abdômen, não é uma tarefa das mais fáceis. Porém, isso não quer dizer que seja impossível ou apenas solucionada com a ajuda – muitas vezes nada em conta – de tratamentos estéticos. Com uma boa alimentação, e prática de exercícios fisicos, dá, sim, para mandar embora esses excessos que não te pertencem! Além da força de algumas dicas espertas também. Por isso, aprenda, abaixo, como acabar com a gordura localizada.

- Para perder gorduras localizadas, evite os seguintes alimentos: alimentos causadores de gases (refrigerantes, feijão, frituras, pão, queijo e enlatado carne vermelha, embutidos como lingüiça, presunto, salame e salsicha).
alimentos que retém líquidos (embutidos, sal em excesso e alimentos processados);

- No lugar, consuma regularmente os seguintes alimentos:
fibras insolúveis que, associadas a uma ingestão adequada de líquidos permitem ao intestino funcionar de forma regular evitando, especialmente, que a barriga fique dilatada e dolorida (são eles: farelo de trigo não processado ou farelo de arroz, cereais integrais, pão Integral; legumes/ervilha, vagem e nozes; raízes incluindo batata e cenoura; verduras como o espinafre; maçã, laranja e outras frutas. No entanto, as fibras são decompostas pelas bactérias do intestino e o organismo leva um tempo para se acostumar com isso. Assim, introduza-as devagar nas refeições). Alimentos diuréticos, que também contribuem para diminuir a retenção hídrica diminuindo o inchaço corporal (chás, suco de limão, melancia, morango, abóbora, agrião, beterraba, cenoura, escarola, folhas de beterraba, repolho, salsinha, tomate, broto de feijão, pepino);

- Pratique atividade física: devem ser praticados com freqüência associando-se exercícios aeróbicos (para ativar a circulação e gastar calorias) a exercícios localizados (para enrijecer a região abdominal);

- Fracione a alimentação: o sistema digestivo não consegue processar um grande volume de alimento ingerido de uma só vez. O ideal é fazer refeições pouco volumosas e de baixo valor calórico até 6 vezes ao dia;

- Mastigue devagar: quem come rápido pode acabar engolindo ar junto com a comida além de prejudicar a digestão. Além disso, o cérebro não registra o sinal de saciedade com tanta rapidez e, assim, você acaba comendo mais;

- Evite o consumo excessivo de são: exemplos, pães fermentados ou roscas feitas com sal; pães de preparo rápido ou bolos, feitos c/ fermento em pó, bicarbonato de sódio, sal ou feitos com misturas comerciais; cereais enriquecidos ou de cozimento rápido; cereais secos; bolachas cream cracker, exceto a bolacha água; pipoca salgada; pickles; batatas chips; embutidos( lingüiça, salsicha, paio, presunto cru, mortadela);

- Aumente o consumo de alimentos diuréticos: erva doce, salsão, coentro, berinjela e endivias, alho, limão, noz-moscada, cebola, salsa, hortelã; abacaxi, melancia, maracujá e chá: em especial, chá de salsa: acrescentar algumas folhinhas de salsa à água quente, adoçar ou não com adoçantes. E chás de ervas ( gengibre/ canela / cardamomo: fazer um mix dos ingredientes e acrescentar água que ferveu) ou frutas.
Por Malanny Serejo / Fontes: copacabanarunners/boaforma.

Revisado por: em .

Deixe uma pergunta ou sugestão abaixo!