Como acabar com a dor de cotovelo

Segredos para acabar com a dor de cotovelo

Segredos para curar a dor de cotovelo  1

O término de um relacionamento nunca é uma coisa muito fácil de lidar, principalmente quando somos largadas para a pessoa que amamos ficar outro alguém. Aí toma conta dos nossos sentimentos algo que é popularmente chamado de “dor de cotovelo”. Ela é desagradável e chata, nos torna invejosos, difamadores e muito mais, mas é importante passar por cima antes que ela faça um estrago maior. Veja como acabar com a dor de cotovelo:

Então, para curar a dor de cotovelo nada melhor que aproveitar a sua vida e pensar naquilo que é melhor para você. A primeira coisa a fazer é parar de ficar comparando tudo o que você faz ao que os outros fazem, tenha estilo, tenha personalidade, tenha opinião, seja quem você é.

Muitas vezes a pessoa que está sofrendo com a dor de cotovelo acaba ficando um tanto deprimida e com a sua auto-estima super baixa. Para resolver isso, como já foi dito acima, você tem que se colocar em primeiro lugar. Quando essa dor de cotovelo é resultado de um rompimento amoroso aí mesmo é que a pessoa precisa se cuidar, porque se o seu antigo relacionamento não deu certo, não é por isso que nenhum outro dará, é preciso ter esperanças.

dor-de-cotovelo

Comece fazendo as coisas que você mais gosta, viaje, saia com as amigas, vá ao cinema, estude alguma coisa que lhe dê ânimo, se dê presentes que realmente mereça, enfim, aproveite a vida, pois você é muito mais do que aquilo que as outras pessoas possam pensar. Seja confiante e se ame em primeiro lugar.

Você deve pensar que não vale a pena ficar tentando fazer coisas que sirvam para chamar a atenção da pessoa que lhe causa esse sentimento de “inveja”. Você deve se destacar por aquilo que realmente é, agindo com naturalidade, assim, será notada por alguém que prestará atenção na sua verdadeira personalidade.

A maioria das coisas e situações na vida são passageiras, assim como também podem ser os relacionamentos, portanto, não se esqueça de pensar no futuro e seguir adiante. Não olhe para trás, a menos que seja para tirar boas lições e evitar repetir os mesmo erros. Tente aprender sempre com aquilo que não saiu da maneira que você gostaria, mas não se culpe por tudo, às vezes as coisas acontecem de determinada maneira porque nem tudo depende de nós mesmos.

 

Por Íngrid de Castro

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário