Como fazer e usar manta de tricô para cama

Mantas de tricô para cama 1

 

Como fazer e usar manta de tricô para cama

Ainda faltam alguns meses para o inverno chegar, por isso mesmo ainda há tempo para que você confeccione um dos acessórios mais desejados para decorar e garantir o aconchego do seu quarto – a manta de tricô. Esta peça tem sido bastante usada sobre os pés da cama, deixando o visual do quarto muito mais charmoso. Veja como fazer e usar esse acessório quentinho:

Estas mantas de tricô que andam fazendo o maior sucesso na decoração de quartos em temporada de frio são acomodadas sobre os pés da cama em posição horizontal, sobre a sua colcha ou edredom de uso frequente. As mantas podem ser de um tom bem básico para combinar com qualquer roupa de cama e decoração, como um tom de nude, ou, até mesmo, colorida, dependendo do seu gosto pessoal.

Geralmente elas são confeccionadas em lã ou linha de algodão, como você preferir. Os modelos em linha costumam ficar mais pesadas, portanto, possuem um caimento mais bonito sobre a cama, além de causarem menos alergia em contato com a pele. O mesmo não ocorre com a lã, pois costuma ter um fio acrílico, que incomoda um pouco algumas pessoas.

Para fazer a sua manta é preciso de um par de agulhas de tricô de tamanho grande, numeração alta, o que faz com que os pontos fiquem bem grandes e soltos. A medida pode ser de cerca de 80 cm por 200 cm. O ideal é que elas cubram boa parte do final da cama e fique caída nas laterais. Quanto ao trabalho do tricô, são muito usados os pontos “oito” e as tranças.

Veja o Passo a Passo de como fazer manta de tricô nos vídeos abaixo.

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

2 Comentários

  • Gostaria da receita da manta de cama em tranças, tento abrir e não consigo, a recita que é mostrada é de uma outra, obrigada

  • onde encontro agulhas desse tamanho para tricotar a manta de cama de casal??? e qual lã??? procurei em algumas lojas e não encontrei. quantos pontos uso e qual tamanho? aguardo resposta

Deixe um comentário