Como Lidar com Pessoas Difíceis

Conviver nem sempre é uma tarefa fácil. Seja a convivência em família, com os amigos, no ambiente de trabalho ou a amorosa. Embora se você se sinta bem, goste e ame – a ou as – pessoas em questão, uma hora ou outra, a personalidade mais, digamos, difícil dela (as) vêm à tona. O que, no início de uma relação, seja ela de que natureza venha, quase nunca dá para se ter uma idéia do que vamos encarar e o que esperar da pessoa, logo mais a frente.

Mas, como lidar quando tal criaturinha já está passando dos limites da chatice, se revelando uma verdadeira mala sem alça?

Muitos diriam que: ah, é só evitar a companhia dela e pronto. Porém, não é tão simples como parece. Se a personalidade forte em cheque for de algum parente próximo, uma amizade antiga, da qual você não quer se desligar, ou algum colega que tiver de aturar no trabalho, as coisas complicam um pouco mais.

Aí, nestes casos, a solução é mesmo lançar mão da tolerância e aprender como lidar com esses verdadeiros gênios indomáveis – ou megeras – se for mulher. Para isso, confira algumas dicas excelentes, tiradas do livro – recomendo muito para quem têm de lidar com situações conflitantes –: Como Viver Sob Pressão, da série “Sucesso Profissional – Vida Pessoal” da autora Philipa Davies, editora Publifolha.

– Fique Calmo: É importante ficar calmo numa confrontação, para poder ouvir bem e pensar racionalmente. Você e a outra pessoa devem se distanciar das opiniões e se concentrar nos fatos. Ouça o que está sendo dito e mantenha olho no olho para criar empatia e dar a você mesmo a oportunidade de captar as reações do outro. Se ficar nervoso ou na defensiva, concentre-se em ser receptivo e envolvente em relação à outra pessoa.

– Procure um Acordo: Tente achar uma solução em que todos saiam ganhando. Pense no que você quer e no que o outro quer, e veja se é possível ceder algo. Para sair de um impasse, procure um assunto sobre o qual vocês concordem, desde um detalhe pequeno, como o tempo que ambos têm para discutir, até algum princípio fundamenta- o fato da questão, por exemplo, ter a ver com justiça. Isso melhora o clima da negociação, tornando-a mais conciliatória.

– Use uma Linguagem Corporal Assertiva: Em situações de conflito, é útil estar o mais relaxado fisicamente possível. Evite movimentos rápidos, bruscos, e posturas defensivas ou agressivas. Tente parecer o mais aberto e acessível que puder, para indicar que está preparado para ouvir. Incline seu corpo levemente em direção à pessoa para indicar sua disposição em se comunicar e se entender bem. Evite cruzar os braços ou pernas, pois são gestos do tipo “barreira” que indicam postura defensiva.

Aceite as opiniões da outra pessoa com sinais de cabeça e mantenha olho no olho para indicar que está ouvindo. Explique que você não concorda necessariamente com o que a outra pessoa diz -frases úteis são, por exemplo, “eu preciso pensar nisso com mais calma depois” ou “é possível”.
– Mantenha-se Equilibrado: para transmitir força e clareza, seu tom de voz tem de ser forte e claro. Vozes nervosas têm um tom frágil e trêmulo e implicam que você receia ser engolido pelo ponto de vista da outra pessoa. Para soar mais explícito e decidido, certifique-se de respirar bem, inalando profundamente. Você pode praticar soar mais explícito baixando o tom da voz. Faça uma declaração forte num tom de voz volumoso, por exemplo, “Não, eu não quero fazer isso”. Conforme chegar ao final da frase, faça um movimento decidido para baixo com a mão. Você verá que seu tom também baixa, fazendo com que você transmita uma autoridade firme.
– Pratique Alguns Exercícios de Respiração: respirar profundamente. Então, ao exalar, tente projetar sua voz pelo quarto. Projete a voz pronunciando cada consoante claramente e falando mais alto do que o usual. Se sentir a garganta apertada, tente bocejar – discretamente – para alongar e relaxar esses músculos tensos.  Lembre-se: Escolha as palavras com cuidado ao lidar com conflitos – seja honesto e positivo, mas tenha tato.

Por Malanny Serejo

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário