Como Lidar Com Pessoas Invejosas?

Considerada um dos sete pecados capitais, a inveja consiste no desejo de possuir o que o outro tem ou ser o que o outro é. E um sentimento difícil de ser identificado – podendo ser confundido com admiração. E complicado de ser reconhecido e aceito pelo portador do sentimento. Afinal, ninguém quer admitir que seja invejoso ou algum dia sentiu inveja de alguém, não é?

Porém, antes de criticar quem a sente, não podemos ignorar o fato de que ela, apesar de mal quisto, é um sentimento inerente a qualquer ser humano, que não há ninguém que respire que seja tão bem resolvido na vida a ponto de nunca ter desejado, pelo menos um pouquinho, aquilo que se admirou no outro. Em seu estágio mais corrosivo, ela pode levar uma pessoa a pratica de atos destrutivos e até criminosos para conseguir obter o que quer.

A inveja também é definida como um tipo de ressentimento hostil que uma pessoa sente em relação à outra que conseguiu conquistar algo que ela – material, físico ou psicológico -, deseja. É vista por alguns como um vício, que para os invejosos crônicos, se mostra quase inevitável de não ser sentido, porém, indesejado, onde o invejoso não obtém controle pelo que sente.

No entanto, em alguns casos, pessoas que apresentam algum tipo de psicopatia, esse determinado sentimento de inferioridade chamado inveja, pode ser intermediado por uma maldade. Como afirma o filósofo Schopenhauer “sentir inveja é humano, gozar do infortúnio dos outros é diabólico”. Mas, como lidar com um sentimento que se não bem dosado pode arruinar com a vida pessoal e profissional, tanto do invejoso quanto do invejado?

Em primeiro lugar, tente ignorá-los. Tudo bem, é sim, mais fácil dizer do que fazer. Porém, você não quer – e nem deve! – estragar sua compostura, perder tempo e gastar seu bom humor e paz de espírito com pessoas invejosas, quer? Então, procure não se preocupar. Use o seu tempo, energia – positiva – e talentos para produzir e realizar suas metas e objetivos. Coisa que o invejoso deveria estar fazendo também… Mas, enfim, aprenda a se desapegar e dê de ombros para o “olho gordo” deles. Eles não merecem o esforço.

Ao invés disso, retorne esse sentimento nefasto e mau comportamento com o bem. Lembre-se: “a melhor vingança é viver bem” e não parta para o combate. As pessoas mais bem sucedidas ignoram a malícia e também aproveitam essas oportunidades para, quem sabe, converter os seus inimigos e invejosos em amigos. Essa é uma das melhores maneiras de lidar com isso – e a mais difícil também –. Porém, faça o bem a essas pessoas, quando tiver a oportunidade.

Não se rebaixe ao nível dos invejosos, você não é invejosa – ou, pelo menos, possui apenas a chamada “inveja branca que, fala a verdade, todo mundo tem -, mas não é melhor do que eles. Nunca se deixe contaminar pela inveja dos outros, para evitar que eles infectem sua vida, cultive sinceros e bons pensamentos, e mantenha-se sempre perto de quem te ama e quer te ver progredir.

Por Malanny Serejo

Deixe um comentário