Como tratar os cabelos envelhecidos

cabelos-envelhecidos-tratamentos

Os Cabelos envelhecem aprenda como previnir e trata-los!

Assim como a nossa pele os cabelos também envelhecem ao decorrer dos anos,e isso já esta mais do que comprovado .E engana-se que o processo tem haver com os fios brancos.O envelhecimento dos cabelos são muito mais profundos que apenas alguns fios grisalhos, na verdade o que ocorre é que ao longo do tempo começa aparecer um processo de desgaste e oxidação natural, que acabam levando os fios ao envelhecimento.

Algumas vezes o envelhecimento capilar acontece de forma precoce, justamente por esta ligado a alterações biológicas naturais que ocorrem, em nosso organismo, com a idade. Essas alterações  modificam as propriedades da fibra capilar e levam a uma menor pigmentação, escassez de óleos e secreções naturais do couro cabeludo, que servem para proteger; e a perda e afinamento das fibras; isto é, fios mais finos e tendência à quebra. É possível notar o envelhecimento do cabelo quando percebemos que os fios apresentam sinais de enfraquecimento associados à perda de cor, perda do brilho e aumento da opacidade, frizz, ressecamento, fios mais finos, e propensão à quebra e pontas duplas. Mesmo que os cabelos danificados apresentem também os mesmos sintomas a diferença é que o envelhecimento causa danos maiores aos cabelos.

 

  • Fatores que aceleram o envelhecimento dos cabelos

 

1- O sol destrói as proteínas mais importantes do cabelo que são a queratina e a melanina. Por isso uso de protetor solar nos cabelos é muito importante para manter a integridade da fibra capilar evitando assim o envelhecimento precoce dos fios.

2- Tratamentos químicos com intervalos muito curtos também contribuem bastante para o envelhecimento do cabelo.

3- A poluição e o fumo, ambos diminuem a chegada de sangue aos fios e fazem com que eles envelheçam mais rapidamente.

  • Cuidados que evitam o envelhecimento do cabelo

1 – Dieta balanceada – Uma boa alimentação rica, principalmente, ferro (presente na carne de fígado, carne vermelha, gema de ovo, legumes, grãos integrais ou enriquecidos, vegetais verde-escuros, melaço escuro, camarão, ostras); zinco (leite, fígado, moluscos, arenque, farelo de trigo); cobre (fígado, moluscos, grãos integrais, cereja, legumes, rins de aves, ostra, chocolate, castanhas, cereais, frutas secas, mariscos, tecidos animais); vitamina B6 (levedo, germe de trigo, carne de porco (bem passada), vísceras (principalmente fígado), cereais integrais, legumes, batata, banana e aveia).
2-   Suplementos orais –  Invista em suplementos orais específicos para cabelos. Mas é importante que seja com indicação médica, já que o objetivo é repor o que está faltando. Nutrientes em excesso também podem fazer mal.
3-    Cuidados  –  lavar os cabelos com bons produtos,usar a temperatura da água baixa (de 22 a 24 graus, isto é, morna mais para fria); hidratar os fios com frequência; e não abusar dos processos químicos agressivos – uma frequência razoável é fazer escova progressiva no máximo duas vezes por ano e coloração, no mínimo, a cada dois meses.
4-    Massagem no couro cabeludo –  faça massagens no couro cabeludo para ativar a circulação melhorando a oferta de nutrientes para os fios. É fundamental manter o couro cabeludo saudável . Agressões podem gerar até uma queda de cabelos definitiva (alocepcia cicatricial), em que não nascem mais cabelos. Um bom exemplo é uma queimadura química, que pode ser provocada, por uma escova progressiva mal aplicada.

E por fim vale reforçar o poder da  hidratação para a saúde do cabelo. Faça uso de máscaras de hidratação profunda e uma queratinização, feita no salão, podem auxiliar bastante a recuperar a juventude dos fios.

 

 

 

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário