Conheça as causas e tratamentos do sarampo

O sarampo é uma doença infecto-contagiosa causa por um vírus, popularmente conhecida pelas manchas vermelhas que deixa pelo corpo do enfermo. O problema é bastante comum na infância, sendo o principal responsável pela mortalidade infantil em alguns países menos desenvolvidos, o que não acontece no Brasil devido à vacinação que protege os pequenos da enfermidade.

Sarampo – Causas e Tratamentos 1

  • Como funciona o contágio do sarampo?

Esta é uma doença que merece atenção e cuidados, pois é contagiosa e pode passar de uma pessoa para outra com o contato. O contágio geralmente acontece por meio das substâncias nasais e bucais, além da fala e respiração. O risco é grande, portanto, todo cuidado é pouco.

  • Os principais sintomas da doença

A doença por ser contagiosas exige isolamento que dura entre oito e 13 dias, de acordo com o caso do paciente. Os principais sintomas do sarampo são febre alta, erupções na pele, manchas avermelhadas, dor de cabeça, sensação de mal-estar e inflamação das vias respiratórias.

  • Tratamento para o problema

Infelizmente ainda não existe tratamento específico para o sarampo e, sim, apenas para o seus sintomas. Portanto, o que se pode fazer pelo paciente que está com este problema é controlar a febre alta, tratar as infecções e demais problemas que se desenvolvam durante o quadro infeccioso.

É importante que o paciente com sarampo faça bastante descanso, consuma muito líquido, coma alimentos leves e limpe os olhos com água morna. A administração de medicamentos para controlar a febre é essencial, mas em certos casos também pode ser necessário usar algum tipo e medicamento que aumente a imunidade do paciente que se encontrar fragilizado.

  • Prevenção da doença por meio de vacinação

A única coisa que pode ser feita é evitar a ocorrência da doença por meio da prevenção com vacinação. Aqui no Brasil, a vacina contra o sarampo faz parte do calendário de vacinas das crianças. As vacinas que ajudam a prevenir a doença são a tríplice viral ou tetraviral. Estas vacinas podem ser realizadas em crianças acima de 12 anos de idade. É muito importante ter atenção com crianças e adultos desnutridos, além de mães em fase de amamentação, pois estão mais suscetíveis ao desenvolvimento do sarampo, o que caracteriza grande risco.

  • Diagnóstico

O sarampo pode ser diagnosticado através de um simples exame clínico, mas pode ser necessária também a realização de exames de sangue, os quais conseguem comprovar com mais precisão a incidência da doença.

 

Por Íngrid de Castro

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário