Depressão Pós Parto Sintomas e Tratamento

 

Depressão pós-parto – como diagnosticar e tratar?

A depressão é um problema que tem atrapalhado a vida de diversas pessoas, homens e mulheres. Ela é desenvolvida, geralmente, por conta da pressão do dia a dia, da ansiedade, das cobranças, responsabilidades e desgosto com muitas situações pelas quais passamos. Mas e quando este sentimento de angústia, pensamentos negativos e falta de vontade em dar a volta por cima acontece após o nascimento de um filho? Esta é a depressão pós-parto, um problema muito mais comum do que a maioria das pessoas imaginam.

A depressão pós-parto pode aparecer em algumas mulheres logo que voltam para casa com seus bebês totalmente saudáveis, com a família unidade e feliz. Isto pode ser resultado de uma imensa revolução hormonal e também pode passar em alguns dias.

A irritabilidade e ar de tristeza também podem ser causada por um pouco de cansaço e, algumas vezes, um “susto” com as novas responsabilidades, quando se tem o primeiro filho. O problema é quando estas sensações aparecem algumas semanas após o nascimento do bebê e ou mesmo na sua chegada em casa e se estendem por muito tempo.

A depressão pós-parto acomete entre 10 e 15% das mulheres no Brasil. O tratamento deve ser realizado com medicamentos bem agressivos. É preciso tratar corretamente a depressão, pois em alguns casos ela não é levada em consideração e a irritabilidade contínua é considerada um traço de personalidade da mulher e nenhum atitude é posta em prática.

 

 

Ingrid de Castro.

Deixe um comentário