Dez erros que detonam os cabelos

cabelo danificado

Os cabelos merecem cuidados especiais porem nem todo mundo sabe como cuidar corretamente dos fios, ou apenas criam hábitos que são totalmente prejudiciais ao cabelo.

Existe uma regra que é fundamental para ter lindos cabelos que é – hidratar toda semana, manter em dia a cor da raiz etc. isso todo mundo já sabe porem abaixo você irá conhecer alguns erros graves que detonam os fios.


1 pentear o cabelo encharcado

Nunca desembarace os fios molhados. Isso porque eles estão colados e entrelaçados pela água. Ao tentar passar o pente, muitos serão partidos ao meio. O resultado é um cabelo arrepiado, quebrado em diversos tamanhos e com pontas bifurcadas.  É fundamental aplicar um creme para pentear sem enxague  e esperar o cabelo secar e “soltar” um pouco. E pentear sempre com pentes de madeira e de dentes largos.

2 ir ao cabeleireiro poucas vezes por ano

A manutenção do corte é fundamental. “Não adianta aparecer só a cada seis meses no salão, e ainda pedir para cortar apenas as pontinhas”. Com o tempo, o fio sofre uma descamação, que começa nas pontas. Se não for aparado a cada 90 dias (no máximo), essa descamação avança por todo o comprimento. E não adianta você mesma tentar aparar as madeixas – deixe isso para os profissionais.

3 passar condicionador da raiz às pontas

A raiz do cabelo produz um óleo que lubrifica e transporta os nutrientes até as pontas. “O condicionador na raiz entope os bulbos que produzem esse óleo, o que pode levar à queda, caspa e dermatite. Além disso, com o tempo, o uso exagerado do produto pode deixar o cabelo com aspecto pesado, e mais oleoso que de costume. Assim, depois das lavagens, quem tem fios longos deve aplicar o condicionador da altura do queixo para baixo. Já para os curtos, dê preferência para cremes sem enxágue, que hidratam e ajudam a controlar o frizz.

4 dormir com a cabeça molhada

O cabelo demora, em média, 24 horas para secar naturalmente. “Deitar com o cabelo molhado favorece o desenvolvimento de dermatites e fungos, que encontram no couro cabeludo quente e úmido o ambiente ideal. Isso, por sua vez, pode ocasionar coceira, seborreia, caspa ou até a queda. O mesmo acontece quando se prende os fios ainda úmidos. Assim, procure lavá-lo sempre pela manhã, enxugando bem. E evite prender os fios molhados.

5 cabelo escaldado

Assim como o jato do secador, a temperatura da água para lavar a cabeça não deve ser quente. “O calor excessivo desequilibra o pH dos fios, deixando as raízes oleosas e as pontas secas”. Impossível resistir a um banho quentinho nos dias frios? Então vá de touca para o chuveiro, e retire-a só na hora de lavar o cabelo. Ou dê um pulinho no salão apenas para fazer uma lavagem profissional e garanta cabelos limpos e sedosos por mais tempo.

6 usar o secador sem moderação

O vento quente do aparelho desidrata os fios, deixando-os ressecados e quebradiços. O primeiro sintoma visível é a ponta dupla e, nestes casos, o remédio é passar a tesoura. Usar diariamente o secador não faz mal, desde que seja em temperatura fria ou morna, a uma distância de 30cm das mechas. “Para protegê-las ainda mais, aplique máscaras hidratantes, pelo menos duas vezes por semana, e fluidos de silicone”,

7 fazer rabo-de-cavalo com elásticos de escritório

Acessórios impróprios mantêm os cabelos esticados demais, por longos períodos, e repetidamente. “Tanto a raiz quanto o fio sofrem com esse estica-e-puxa, provocando até a queda definitiva”A solução (além de fazer rabos mais soltinhos) é evitar, a todo custo os elásticos de borracha, as presilhas de metal e “acessórios” como lápis e canetas. Previna-se, deixando na gaveta do escritório ou na bolsa piranhas de plástico e elásticos largos e macios, forrados com tecido.

8 escovação compulsiva

Quanto mais escovamos, mais criamos atrito e fragilizamos os fios. A tração vigorosa e constante para desembaraçar ou pentear bifurca as pontas e reduz o crescimento. Evite escovar com pressa e com muita força. Para desembaraçar, comece a partir das pontas, subindo, aos poucos, para a raiz. Isso evita o acúmulo de nós e a quebra dos fios.

9 chapinha no cabelo molhado

O aparelho só deve ser utilizado em fios totalmente secos. Caso contrário, a prancha aquecerá a água que ainda está dentro do cabelo, causando o “estufamento” da sua camada externa. O resultado é uma cabeleira fraca, que quebra facilmente. Prefira pranchas de cerâmica, que mantêm a temperatura controlada, e proteja os fios com leave-ins específicos

10 alimentar-se como um faquir

“Restrição alimentar severa priva as raízes de vitaminas, minerais, aminoácidos e proteínas,” . Uma pessoa saudável perde, diariamente, de 50 a 100 fios. A carência de nutrientes ocasiona uma perda que pode ultrapassar o dobro deste limite. Assim, consuma alimentos como beterraba, espinafre, brócolis, carnes etc.

1 Comentário

Deixe um comentário