Di Santinni Calçados 2012

O Grupo Di Santinni nasceu em 1980, inicialmente com uma modesta fábrica de calçados. Nos primeiros anos de atividade industrial, descobriu seus pontos fortes e optou por ingressar no varejo de calçados, inaugurando assim sua primeira loja no Rio de Janeiro, no Norte Shopping, no ano de 1986.

Sempre de olho nas melhores tendências do mercado de moda, a empresa investe constantemente na inovação para oferecer aos seus consumidores, produtos com qualidade, menor preço e facilidades de pagamento que vão desde desconto até a utilização do cartão fidelidade Di Santinni.

Para 2012, os calçados da Di Santinni chegam com um proposta mais elegante e requintada, mas se abrir mão do conforto. As principais coleções contam com variados modelos de scarpins, sapatilhas, oxfords, rasteiras, mocassins e anabelas. A maioria possui detalhes que conferem um ar romântico aos sapatos, e, ao mesmo tempo, um visual bastante estiloso à mulher.

Já o Verão 2012, a Di Santinni vai contar com sapatos em diferentes estilos, modelos e variações do calçado. Dentre as tendências, estão os recortes vazados, que permitem que os sapatos sejam desenhados em diversos modelos. O color blocking, que chega como estrela principal, sendo totalmente aplicado aos sapatos 2012. Outra tendência marcante do são as estampas animais, que aparecem como forração ou mesmo detalhes no calçado.

Os modelos 2012 Di Santinni também trazem cores neutras combinadas a tons mais elétricos, além de estampas delicadas, de flores e frutas. Os detalhes também marcam os calçados da coleção, onde muitos trazem contorno do cabedal em nobuck, apliques de laços em cordão com ponteiras em formato de flores na frente, lateral e calcanhar. Os materiais diferenciados também ganham destaque, em especial os modelos em camurça, com saltos de cortiça, e revestidos de material sintético em croco.

Confira abaixo fotos com  alguns dos modelos da coleção de Verão 2012 Di Santinni:

Por Malanny Serejo / fotos : reprodução

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário