Dicas para deixar a casa arejada e fresquinha

10 dicas fáceis para deixar a casa arejada 1

Quem não gosta de sentir a casa fresca e arejada, sem nenhum odor desagradável e ainda com aquele solzinho batendo na janela? É muito agradável estar em um ambiente confortável e também limpinho. O inverno está chegando e nesta época é comum ocorrer o mofo em locais abafados.

Veja algumas dicas para arejar seu lar e evitar os problemas:

1 – Valorize sempre a circulação de ar dentro de casa. Sempre que possível, abra as janelas bem cedo pela manhã, deixe o ventinho entrar e retirar as impurezas do ar;

2 – Além do ar fresco da rua, também abra as janelas para o sol. É muito gostoso deixar o sol bater na sala ou no quarto, além de ser uma ótima alternativa para combater os mofos e umidade;

3 – Se onde você mora costumam ter insetos entrando na casa, como moscas e mosquitos, aposte nas telas para janelas e portas, assim você pode deixar tudo aberto sem se preocupar;

4 – Os pisos e acabamentos escolhidos para casa também influenciam bastante no clima do lar. Pisos frios garantem um ambiente mais fresco, ideal para locais de calor. Já os pisos e acabamentos em madeira podem ser pesados e até deixar o local com sensação de abafado;

5 – Invista em plantas verdes para colocar nos ambientes, elas ajudam a dar mais frescor dentro de casa. Mantenha-as sempre bem cuidadas e prevenidas nos insetos;

6 – Desafogue os ambientes. O excesso de móveis e decoração também deixa as peças da casa mais abafadas e suscetíveis a maus odores. Mantenha somente o essencial;

7 – Tenha cuidado com livros e papeis antigos, eles costumam ter um odor muito forte e podem até causar alergias;

8 – Tapetes muito felpudos e em cores escuras também não ajudam a arejar os ambientes. Prefira modelos mais básicos, como os de sisal e em tons claros;

9 – Os estofados em tecidos como veludo também não são indicados, pois tendem a acumular poeira e pesam o ambiente;

10 – Prefira sempre os tecidos naturais, como o algodão ou linho.

Por Íngrid de Castro

1 Comentário

Deixe um comentário