Dieta da Serotonina

Para conquistar, além de um corpo perfeito, bom humor e estabilidade emocional, é preciso apostar em alimentos fontes de serotonina, o hormônio da felicidade. Para estar sempre com o astral lá em cima, o segredo está em inserir na dieta a serotonina, substância sintetizada a partir do triptofano, aminoácido que deve ser introduzido regularmente na alimentação.

A chamada dieta da serotonina, prioriza alimentos que contenham o poderoso hormônio, que, além de garantir bem estar, ajuda na eliminação dos quilos em excesso.

Considerada um dos mais poderosos reguladores do humor e do apetite, a serotonina é produzida no cérebro e no sistema nervoso de todos os seres humanos e animais. Dependendo da hora do dia ou da estação do ano, sua atividade pode sofrer oscilações. Entre as mulheres, esse fenômeno é mais comum, e essa seria uma das razões por que esse grupo é mais propenso à depressão, bem como às mudanças de temperamento e compulsões por determinados alimentos, principalmente no período pré-menstrual.

Uma dieta pobre em serotonina, além de contribuir para um humor do cão, ajuda a aumentar o desejo de consumir aqueles alimentos proibidos por quem precisa perder peso, como doces e carboidratos refinados. A falta de serotonina do organismo ainda pode causar dores de cabeça, insônia, ansiedade, depressão, transtornos alimentares e fibromialgia.

Conheça, abaixo, o cardápio da dieta da serotonina:

Café da manhã

½ xícara de cereal com ½ xícara
leite desnatado
1 fruta (banana ou maçã)

Lanche da manhã

1 barra de cereal
2 castanhas-do-brasil

Almoço

2 pegadores de macarrão integral
alho e óleo
4 flores de brócolis cozido
2 folhas de couve

Lanche  
1 pote (300 ml) de iogurte

Jantar

100 g de carne magra cozida
3 colheres (sopa) de arroz integral
2 colheres (sopa) de espinafre cozido

Por Malanny /Fonte: revistasaude.uol

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário