Dieta das Calorias Inteligentes

Método criado em 2006 por uma equipe de nutricionistas do Hospital das Clínicas, em São Paulo, a Dieta das Calorias Inteligentes promete a perda de peso saudável e duradoura sem restrições alimentares; mas, sim, através da realização de um simples cálculo. Confira.

Contudo, a dieta, na verdade, trata-se de um programa de reeducação alimentar, que privilegia o consumo dos carboidratos complexos, devido a sua absorção no organismo ser lenta, o que proporciona maior sensação de saciedade, e por mais tempo. Bons exemplos dos alimentos inclusos no método são os cereais integrais, algumas frutas e nozes. Já o consumo de carboidratos simples, os refinados, como macarrão, açúcar, arroz branco), ficam de fora da dieta, pois são metabolizados muito rapidamente pelo corpo, fazendo com que a pessoa logo volte a sentir fome.

A Dieta das Calorias Inteligentes, em geral, contribui para a melhora da qualidade da alimentação – por ser saudável e rica em fibras, vitaminas e minerais -, da saúde, prevenindo doenças e, consequente perda de peso, além de ser de fácil compreensão, onde qualquer um pode segui-la.

Na Dieta das Calorias Inteligentes, os alimentos são divididos pelas cores do semáforo – verde, amarelo e vermelho. Sendo as calorias e porções de comida controlados por um médico nutricionista.

Na classificação, alimentos com pouca ou nenhuma gordura ganham a cor verde. Os com níveis moderados de gordura levam sinal amarelo. E os pouco saudáveis e muito calóricos ficam com a cor vermelha.

– Verde: Sinalizam os alimentos amigos, que trabalham a favor da balança, como frutas e verduras. São ideais, do ponto de vista nutricional, para o bom funcionamento do corpo e manutenção da saúde. Sendo, por tanto, o consumo dessas calorias liberado.

– Amarelo: Indica os alimentos que devem ser consumidos com cautela, pois, embora ainda saudáveis e benéficos para o organismo, alguns apresentam gordura saturada, trans, sódio e índice glicêmico moderados.

– Vermelho: Os alimentos classificados com a cor vermelha, devem ser consumidos esporadicamente, em quantidades muito restritas. Pois, apresentam altos níveis de gordura saturada, açúcar, trans, sódio e índice glicêmico elevado.

Porém, nenhum alimento em si é excluído do cardápio inteligente. Apenas é preciso respeitar a quantidade de porções estabelecidas pelo especialista nutricional do programa.

Por Malanny Serejo

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário