Dieta Vegetariana

Além de simples regime, uma filosofia de vida, a dieta vegetariana é uma das mais antigas existentes. De origem milenar, segundo dados históricos, os primeiros povos a serem adeptos da dieta foram os budistas e indianos, mais por questões religiosas do que restrição alimentar. Atualmente, muitos brasuleiros vêm aderindo à dieta que pode ter diversas variações, do que apenas o não consumo de carnes.

Existem diversos tipos de dietas vegetarianas, as feitas somente à base de vegetais, as que não se consomem ovos ou laticínios e derivados de animais. E as que permitem a inclusão de ovos, laticínios e também mel. Mas o pilar da dieta vegetariana continua sendo mesmo a exclusão da maioria ou todas as partes de animais e produtos derivados destes.

Existem diversos estilos de dieta vegetariana:

Dieta Vegetariana estrita – Evita o consumo de todos os produtos animais, incluindo ovos, leite e queijo. Os seguidores desse tipo de dieta são chamados vegans.

Dieta Ovo-Lacto-Vegetariana – Essa dieta proíbe a ingestão de todas as carnes, mas permite o consumo de produtos animais, como ovos e leite.

Dieta Lacto-Vegetariana – Nela, é proibida a ingestão de todas as carnes, mas permite o consumo de leite e seus derivados, como queijo, manteiga e iogurte.

Dieta Ovo-Vegetariana – proíbe o consumo de carnes, mas permite comer ovos.

Dieta Pesco-Vegetariana – Essa dieta permite o consumo de frutos do mar, principalmente peixe. Dentre os vegetarianos, ela não é considerada como uma verdadeira dieta vegetariana.

As estatísticas se mostram a favor da dieta vegetariana. De acordo com elas, os seus seguidores possuem menor incidência de doença cardíaca, degenerativas, stress, câncer e osteoporose. Na dieta vegetariana, é permitida a ingestão de todos os alimentos de origem vegetal, sendo estritamente proibido, o consumo de carne vermelha.

Para quem pensa em apostar na dieta vegetariana, é bom saber, de ante mão, as vantagens e desvantagens. Os prós, é que um regime sem carnes diminui o consumo das gorduras saturadas e os riscos de doenças cardiovasculares. Contudo, o vegetariano pode sofrer por causa da deficiência de cálcio e ferro, vindo a desenvolver anemia, e até envelhecimento precoce, devido à carência de vitamina B12 – encontradas na proteína de origem animal. Por isso, em casos de dietas vegetarianas radicais (sem nenhum consumo de derivado animal), o praticante precisa ingerir suplementos alimentares, para não adquirir nenhuma deficiência nutricional. E procurar substituir a carne por boas fontes de ferro, proteína e vitamina B12, encontradas em abundância nos seguintes alimentos: feijão, soja, lentilha, ervilha, grão-de-bico, castanha-do-pará, amêndoa, nozes, castanha de caju, vegetais verde-escuros, frutas secas, melado de cana, derivados do leite e ovos.

Por Malanny Serejo / fonte : www.copacabanarunners.com.br.

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário