Doenças Detectadas pelo Teste do Pezinho

 

Quais são as doenças detectadas pelo Teste do Pezinho ou Triagem Neonatal

O Teste do Pezinho é um dos exames realizados em bebês mais conhecidos popularmente. Ele é um procedimento laboratorial, que também é conhecido como “triagem neonatal”. O objetivo deste exame é realizar o diagnóstico precoce de doenças com origem genéticas ou infecciosas e também as metabólicas, que podem ocasionar lesões irreversíveis ao bebê caso elas não recebam tratamento rapidamente.

Com o Teste do Pezinho é possível detectar doenças muito graves, no entanto, o teste disponibilizado através do Sistema Único de Saúde (SUS) dá o diagnóstico de apenas quatro tipos de doenças, que são:

Fenilcetonúria – uma doença que causa um comprometimento neurológico no desenvolvimento da criança;

Hipotireoidismo congênito – doença que pode levar ao retardamento mental e má formação física;

Anemia falciforme – pode levar a alterações em todos os órgãos e sistemas do corpo;

Fibrose cística – doença que leva à produção de uma grande quantidade de muco, comprometendo o sistema respiratório, afetando também o pâncreas.

E mesmo sendo tão limitado, nem todos os Estados brasileiros realizam os quatros testes nos bebês. Em uma rede privada de saúde você pode investir e realizar um exame completíssimo, que tem a capacidade de detectar até 30 doenças diferentes.

O Teste do Pezinho é um exame obrigatório e gratuito, se seu bebê nascer em um hospital público, exija este direito. Mesmo sendo restrito pelo SUS e não diagnosticando todas as doenças possíveis, não deixe realizá-lo.

 

Por Ingrid de Castro.

Deixe um comentário