Página inicial » Beleza » Espinha Interna Como Tratar

Espinha Interna Como Tratar

Atualizado em:

espinha interna Espinha Interna Como Tratar

A Acne vulgar ou juvenil é uma das dermatoses (doenças da pele) de maior predominância, afeta cerca de 80% dos adolescentes, mas pode persistir ou iniciar-se em idade adulta. É uma piodermite que atinge o complexo pilo-sebáceo (pêlo e glândula sebácea).

Em geral, os quadros mais graves acometem o sexo masculino, porém,muitas mulheres também se queixam do problema. Como regra, manifesta-se com intensidades moderada e discreta. Em algumas situações, a manifestação clínica é de tal intensidade que pode trazer danos estéticos e ainda sociais a pessoa, levando, em casos severos, até mesmo ao isolamento e baixa auto-estima.

Existe uma predisposição genética que sofre grandes modificações por fatores hormonais raciais, ambientais, emocionais e bacterianos aumentando ou atenuando as manifestações clínicas.

Devido a uma predisposição genética, ocorre um espessamento (hiperqueratinização) no folículo pilo-sebáceo que, associada ao sebo, forma uma massa no interior folículo. Isto gera o comedão (cravo), que pode ser aberto (cravo preto) ou fechado (cravo branco), levando à inflamação da pele, e formando lesões avermelhadas, doloridas e com pus.

A acne pode se apresentar na pele em diferentes graus, sendo um dos estágios mais graves, através dos cistos, também chamados de espinhas internas.

Para tratar espinhas internas, os dermatologistas recomendam a lavagem do rosto com sabonete para pele com acne ou oleosa; boas opções, são os que contém ácido salicílico na formulação. Sendo indicado ainda, o uso de cremes tópicos ou púlulas à base de isotetrinoína, aplicados sob as lesões.

 

Por Malanny/ foto: reprodução

Revisado por: em .

Sobre TodaPerfeita


Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>