Evite a micose e problemas futuros

micogrande

O ambiente ideal para a proliferação de fungos, microorganismos é o calor e umidade. Que se alojam na pele e nas unhas, causando infecções incômodas e resistentes.

Todos nós podemos ser vítimas dos fungos causadores de micoses. E a frieira, também chamada de pé-de-atleta, é uma das mais comuns.
Os especialistas classificam as infecções fúngicas em superficiais ou profundas.
As micoses profundas, em geral oportunistas, atingem pessoas que apresentam grave deficiência imunológica como pacientes de câncer, aids ou os internados em unidades de terapia intensiva.

As micoses superficiais atingem pele e unhas não trazem maiores riscos para a saúde. Mas precisam de atenção e devem ser tratadas.
Coceira, inflamação ou escamação da pele e deformação nas unhas são sintomas comuns das micoses que é um problema estético.
Se não for tratada adequadamente, pode ficar bastante incômoda e dolorosa.
Os pés, são a porta de entrada para infecções bacterianas, o que piora o quadro. O desconforto chega a interferir no andar, causando problemas ortopédicos. Os diabéticos devem ter um cuidado especial.

O principal passo é procurar um dermatologista, que deve colher material para exame micológico.
Alguns tipos de fungo habitam o organismo humano sem maiores problemas é o caso da Candida albicans, agente da candidíase, que pode ser encontrada naturalmente no intestino humano. Na maioria das micoses de pele e unhas, o fungo é adquirido após contato com o chão de um vestiário contaminado, com toalhas ou roupas de uma pessoa infectada ou por meio de instrumentos de manicure não esterilizados.

Algodão
As fibras naturais, como o algodão, deixam a pele respirar e não retêm suor. Por isso são as mais indicadas para roupas íntimas e meias. A mesma preocupação vale para os calçados.

Couro cabeludo
Esse tipo de micose é raro em adultos, mas altamente contagioso em crianças. Forma áreas arredondadas com falhas no cabelo, escamação da pele e coceira.

Boca
A  candidíase, afeta as mucosas. A infecção bucal, chamada de sapinho, é comum em bebês, produzindo placas brancas de aspecto cremoso, muito dolorosas. Na região vaginal, os sintomas são coceira, queimação e secreção branca ou amarelada.

Costas
Micose de praia, nome popular da pitiríase versicolor, é causada pelo fungo Malassezia furfur, um habitante natural da pele. Apesar do nome, não é na praia que se pega esse fungo.

Virilha e dobras
Lesões de cor avermelhada, escamação e coceira costumam ser os sinais das micoses cutâneas superficiais. Elas são provocadas por uma imensa variedade de fungos e atingem os locais que retêm maior calor e umidade.


Pé-de-atleta, ou frieira, costuma causar coceira, descamação intensa, fissuras na pele, inflamação e bolhas nas laterais dos pés e, sobretudo, entre os dedos. E pode abrir caminho para infecções bacterianas.

Unha
Dependendo do tipo de fungo, essa micose pode manifestar-se como um espessamento, deformação ou mudança de coloração da unha. Às vezes ela fica quebradiça ou se descola do dedo. É uma das mais resistentes.

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário