Filhos e drogas – ajuda e sinais de consumo

filhos-drogras

Filhos e drogas
Durante algum tempo as pessoas tinham a idéia errada de que só os filhos mal tratados teriam a chance de se envolver com algum tipo de droga hoje é bem claro que esse quadro não tem nada haver com a nossa realidade nos dias de hoje as drogas estão em todos os lugares possíveis e imagináveis e cabe aos pais orientar os filhos para que possam ficar longe deste problema que assolam muitas famílias.

Os filhos começam a demonstrar seu envolvimento com drogas logo no começo a falta de interesse pelos estudos, gastando muito dinheiro, sempre aos segredos com os amigos, agressividade, sono, mas muitos pais não o percebem e isso só aumenta o problema porque muitos só percebem quando o próprio filho pede por ajuda.

Por isso queira participar da vida de seu filho não se tornando omisso aos problemas declarados por eles.

Ninguém quer que um membro da família, ou um amigo, se envolva com drogas. Mas muitas vezes, o problema começa na própria família, com drogas lícitas como o álcool, o cigarro, os medicamentos e outros produtos, que aparecem entre as principais causas de morte evitáveis.

Ajuda aos filhos:

Afeto: Abrace, beije, incentivar os filhos, mantenha sentimentos e demonstração de carinho, fortalecendo os vínculos entre os membros da família.
Ambiente: Reduza a influência negativa que possa vir de outros grupos. Faça com que o ambiente familiar seja atrativo e aconchegante eles tem que ter um lar acomchegante.
Diálogo: Mantenha uma conversa diária com eles sobre qualquer assunto. Um diálogo franco e aberto com todos os membros da família é primordial. Converse com seus filhos sobre o consumo de álcool e de outras drogas, mas também sobre demais assuntos que fazem parte de seus interesses.
Exemplo: Álcool e cigarro são drogas lícitas, mas evite consumi-las, se não quiser estimular os filhos a fazer o mesmo. Os pais são os melhores exemplos e guias.
Liberdade: Respeite os valores e os sentimentos de seu filho. Evite criticá-lo o tempo todo.
Modelo: Cuide para que a relação com os filhos seja fundamentada na confiança e no respeito. Isso cria um modelo de comportamento para eles.
Ocupação: Encoraje as atividades criativas e saudáveis de seus filhos, ajude-os a lidar com as pessoas de seu meio, motive-os a tomar decisões, ensine-os a assumir responsabilidades e estimule-os a desenvolver valores fortes e o senso crítico diante das mais diferentes situações, inclusive das drogas.
Participação: Tome decisões em conjunto, assim todos percebem que suas opiniões e pontos de vista são respeitados.
Presença: Reforce as relações familiares, participe mais das atividades dos filhos. Cresça com seus filhos.
Prevenção: Explique sempre aos filhos quais são os riscos do uso de drogas. Ensine-os a não experimentá-las.
Princípios: Evidencie os princípios espirituais, em contraposição aos valores materiais.
Regras claras: Imponha sempre alguns limites. Toda proibição, tem que ter uma razão por isso deixe bem claros os seus propósitos.

Os Princípios importantes para nossos filhos:

Você deve passar aos seus filhos ensinamentos básicos importantes para uma vida futura podendo decidir sozinho o que é certo ou errado para seu caminho de vida.

Os princípios universais tais como a honestidade, a fidelidade, a integridade, a confiança em si mesmo e a responsabilidade, faz o alicerce de vida de cada ser humano e isso tem que ser passado pelos seus pais.

Nós somos o resultado das escolhas que fizemos em nosso passado por isso o que decidimos no passado com certeza vai influenciar no futuro.

As nossas atitudes e atos contribuem para à formação da decisão dos filhos no futuro se fumamos, bebemos isso tudo ele vai presenciar e muitas vezes acaba tendo o interesse pelos mesmos.

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário