Como funciona fotodepilação

Como funciona fotodepilação

A depilação é um dos rituais de beleza feminino que mais dá trabalho às mulheres, mas que é necessário. Existem algumas formas diferentes de depilação, desde a mais simples, a clássica lâmina, até os mais modernos e ainda não popularmente conhecidos, como a fotodepilação.

Como funciona fotodepilação

Conheça mais sobre essa técnica que remove os pelos por meio da Luz Intensa Pulsada (LIP):

Como funciona fotodepilação?

Como já dissemos acima, a fotodepilação é realizada com o uso de um aparelho que emite a luz intensa pulsada, o qual possui uma lâmpada flash de alta energia. A ação desta luz é direcionada para destruir as células germinativas do pelo. O resultado disso são áreas nas quais os pelos jamais voltarão as crescer, ou podem retornar, caso ocorra a regeneração celular, dentro de meses ou anos.

O processo não é definitivo

É importante deixar bem claro que este não é um método de depilação definitivo, porém, que pode apresentar uma melhoria muito significativa e, com repetições, só tende a melhorar, reduzindo cada vez mais a incidência de folículos. Assim como as demais formas de depilação, a fotodepilação requer novas sessões para que os resultados apareçam.

Benefícios e malefícios da fotodepilação

Prós: a fotodepilação apresenta muitos benefícios, entre eles, o fato de ser indolor; ser bem mais barata que os procedimentos com laser; garantir a redução de setenta a oitenta por cento dos pelos; e, ainda, ser um processo super rápido, tendo cada sessão uma duração que pode variar de 15 a 40 minutos, de acordo com a área do corpo.

Contras: no entanto, sempre há o lado negativo, e ele se reflete na proibição deste processo em peles negras ou muito morenas; a necessidade de mais sessões para a obtenção de bons resultados; e também a baixa funcionalidade em pessoas com pelos loiros, ruivos ou brancos.

Áreas do corpo para executar a fotodepilação

A fotodepilação é um procedimento que pode ser aplicado em várias áreas do corpo, especialmente naquelas partes em que existem os pelos indesejados, como virilha, pernas e axilas. A técnica só não é indicada para a área dos olhos, áreas de mucosa, ânus e bolsa escrotal, principalmente, por serem regiões mais sensíveis e não devem passar por nenhum processo de depilação.

Para realizar a fotodepilação é importante que a pele não esteja machucada, com áreas avermelhadas ou com acne.

Por Íngrid de Castro

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

1 Comentário

Deixe um comentário