Injeção Anticoncepcional – Vantagens e Desvantagens

Os anticoncepcionais injetáveis, embora semelhantes, em alguns aspectos, aos anticoncepcionais orais combinados, a principal diferença entre ambos é a presença de um estrogênio natural na composição dos anticoncepcionais injetáveis, em oposição ao estrogênio sintético existente nos anticoncepcionais orais.

È um método muito eficaz quando utilizado de maneira correta e consistente. O anticoncepcional injetável mensal oferece proteção anticoncepcional já no primeiro ciclo de uso, mantendo-se durante todo o período de utilização.Pode ser usado desde a adolescência até a menopausa, sem necessidade de pausas para “descanso”, desde que a mulher não tenha fatores que contra-indiquem seu uso.

As maiores vantagens da Injeção Anticoncepcional são:

Não interferem negativamente com o prazer sexual; Diminuem a freqüência e a intensidade das cólicas menstruais;A fertilidade retorna em tempo mais curto do que com os injetáveis trimestrais; Podem prevenir anemia ferropriva (por perda de sangue);Ajudam a prevenir problemas como: gravidez ectópica, câncer de endométrio, câncer de ovário, cistos de ovário, doença inflamatória pélvica, doenças mamárias benignas e miomas uterinos.

Quanto as desvantagens:

O método pode aumentar o risco de desenvolvimento de trombose nas pernas – por isso não deve ser utilizado antes de 21 dias após o parto; Mulheres fumantes apresentam um maior risco de desenvolver complicações cardiovasculares; Os anticoncepcionais injetáveis poderiam acelerar a evolução de cânceres pré-existentes; E devem ser evitados por mulheres que estejam amamentando.

 

Por Malanny Serejo/ foto: reprodução

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário