Mamografia – mitos e verdades

 

Mitos e verdades sobre o exame de mamografia

A mamografia é um tipo de exame feito para averiguar a saúde das mamas, especialmente para prevenção do câncer de mamas. Sua realização é necessária a cada dois anos após a mulher completar 30 anos. A partir dos 40, é indicado que o procedimento seja feito a cada ano. A mamografia é disponibilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Quando realizada, é possível diagnosticar problemas precoces e tratá-los sem oferecer riscos à sua saúde.

Apesar de ser tratado popularmente, ainda muitas mulheres têm dúvidas quanto ao funcionamento e a eficiência do exame, além da sua importância. Muitos mitos rondam estas mulheres que acabam não procurando um especialista para saber as respostas corretas. Veja algumas verdades e mentiras a respeito a mamografia:

Todas mulheres devem começar a realizar a mamografia na mesma idade?

MITO – Isto é muito variável, pois cada pessoa tem um caso específico. Segundo os especialistas, quem não tem nenhum caso de câncer de mama na família pode iniciar os exames anuais a partir dos 40 anos. Já, quem tem casos na família, é indicado que se inicie o processo anual pelo menos 10 anos antes de chegar na idade em que as familiares foram diagnosticadas, por exemplo, se sua mãe teve o diagnóstico com 45, aos 35 você já deve estar realizando a primeira mamografia.

As próteses de silicone podem atrapalhar na eficácia do exame?

VERDADE – Existem dois tipos de posicionamento de próteses mamárias, as que ficam sobre o músculo e aquelas que ficam abaixo dele. As próteses que estão localizadas sob a musculatura da mama não interferem em nada, mas aquelas que cobrem o músculo, digamos assim, podem complicar o processo. Nestes casos, é realizada a Manobra de Eklund, uma técnica que ajuda a melhorar a visibilidade das possíveis lesões.

A mamografia digital é o melhor meio de identificar as lesões?

MITO – Através do exame manual das mamas é possível, sim, detectar alterações na textura das mamas. A vantagem da técnica digitalizada é que podemos manusear as imagens no computador, avaliando profundamente as possíveis lesões.

A mamografia não serve somente para identificar o câncer de mamas?

VERDADE – Como sendo um exame de imagem, a mamografia permite visualizar qualquer tipo de alteração na estrutura do tecido mamário, tais como cistos, nódulos e calcificações, além do próprio câncer.

 

Por Ingrid de Castro.

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário