Óleos que Emagrecem

Existem alguns óleos quando consumidos moderadamente na dieta de baixas calorias auxiliam na perda de peso.Os óleos devem ser escolhidos por suas particularidades para obter os benefícios desejados no emagrecimento. Confira abaixo alguns óleos e aprenda como escolher o melhor para incluir em sua dieta.

Óleo de Gergelim
Esse tipo de óleo é feito da semente branca, amarela, vermelha ou preta e carrega ômegas 6 e 9 – ácidos graxos que combatem a inflamação das células, deixando você menos resistente à perda de peso. Só ele tem sesamol uma substância que protege o fígado de processos oxidativos.Isso significa menor risco de o organismo acumular toxinas e gordura.

Consuma uma colher de sopa do óleo puro, ainda em jejum. Pela manhã, ele oferece o benefício de lubrificar o intestino, que passa a funcionar melhor. Também vai bem na salada de folhas verdes ou de grãos e em molhos orientais.

Óleo de Macadâmia
Excelente fonte de ômega 9, capaz de reduzir o açúcar no sangue – possui também ação inibidora de apetite e o risco de o organismo armazenar gordura. o óleo de macadâmia também tem ômega 7 – um ácido graxo presente naturalmente no organismo e essencial para manter a pele jovem. Use duas colheres de sobremesa por dia na salada.

Óleo de Linhaça
Esse óleo é extraído da semente dourada ou marrom, é extremamente rico em ômega 3 – tem quase 60% desse ácido graxo, o dobro da dose encontrada no óleo de salmão, aclamado como a grande fonte dessa gordura boa. O óleo de lInhaça reduz os processos inflamatórios, dificultando a formação de depósitos de gordura. Ainda consegue melhorar o equilíbrio da glicose no sangue, o que reduz a produção exagerada de insulina. Isso prolonga a sensação de saciedade, evitando que você assalte a geladeira mais vezes. Use duas colheres de sopa por dia na salada, associado ao azeite de oliva para melhorar o sabor.

Óleo de Castanha-do-pará
Esse é o óleo mais nutritivo. Além das substâncias anti-inflamatórias e antioxidantes que fazem você conquistar a silhueta dos sonhos, ele tem cálcio, fósforo, magnésio, potássio, cobre – nutrientes bons para a manutenção dos músculos, dentes e ossos. O óleo de Castanha do Pará é rico em vitaminas A, C e E, que participam da renovação e manutenção celular. E o melhor benefício desse óleo é o selênio que ajuda a prevenir o câncer e a proteger o coração. Use uma colher de sopa por dia no peixe, no frango grelhado ou na verdura refogada, sempre depois de prontos.

Óleo de Amêndoa doce
Esse óleo não tem nada haver com aquele óleo cheiroso, que você compra na farmácia . Essa versão, própria para consumo culinário, é rica em vitamina E. Por isso ajuda a combater os radicais livres – moléculas que se ligam às células de gordura, dificultando a perda de peso. Na comida, ele também contribui ainda para que a pele fique mais lisinha. Consuma até três colheres de chá ao dia. Adocicado, combina bem com saladas e frutas, como manga, pêssego e melão, ou no doce.

Óleo de Girassol
Esse óleo ajuda tapear a vontade de comer doce. Tudo porque ele contém triptofano, precursor da serotonina – hormônio que dá uma turbinada no humor. Mas é o magnésio e selênio que mais chama a atenção dos especialistas.O selênio e o magnésio também equilibram a pressão alta e previnem crises de enxaquecas. Use duas colheres de sopa por dia em pratos salgados, como massas e ensopados, sempre depois de prontos.

Óleo de Coco
Apresenta ótimos resultados no combate aos quilinhos indesejados. O óleo de coco associado a uma dieta de baixa caloria derrete sete vezes mais a gordura da barriga. Isso porque ele age contra essas inimigas de diferentes formas: aumenta a saciedade, reduz a liberação exagerada de insulina, melhora o funcionamento do intestino e acelera a queima de gordura. Use até duas colheres de sobremesa por dia, no preparo dos alimentos em substituição ao óleo comum, ou cru batido no suco, ou no iogurte .

 

fonte : Boa Forma

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário