Pimenta Vermelha e seus Benefícios

Utilizada em diversas culturas como tempero, por ser uma especiaria de sabor picante e intenso, a pimenta vermelha é produzida em grande variedade de espécies, com diferentes intensidades de ardor. É justamente esse gosto picante, característica principal da pimenta vermelha, o grande responsável pelas suas propriedades funcionais.

A pimenta vermelha, além de ser um excelente tempero, também  possui uma série de benefícios a saúde desconhecidos pela maioria das pessoas. Dentre eles, podem ser citados sua atuação como descongestionante, expectorante, anti-bactericida, antioxidante e auxiliar na dissolução de coágulos sanguíneos.

Algumas pesquisas afirmam que além desses benefícios, a ingestão da pimenta vermelha nas refeições proporciona uma ação direta no sistema nervoso simpático, que age na diminuição da absorção de calorias e gorduras, e na redução do apetite.

Já estudos realizados na Universidade Médica da China, confirmam o beneficio da pimenta para a saúde inclusive no tratamento de redução dos sintomas da enxaqueca. Contudo, pessoas com problemas digestivos ou úlceras, por exemplo, devem evitar pimenta.

Rica em vitamina C, B1, B2 e E, a pimenta vermelha possui propriedades analgésicas e energéticas, por apresentar uma alta concentração de capsaicina, responsável pela estimulação e liberação de endorfina (substância que causa  sensação de bem estar).

O fruto é uma grande aliado no tratamento da hipertensão, depressão e proteção dos vasos sanguíneos; além de favorecer a cicatrização, conter características antioxidantes que combatem os radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce da pele e o aparecimento de câncer. Fonte de flavonóides, a pimenta vermelha também contribuir na redução de impurezas sanguíneas causada pela alimentação inadequada e poluição.

 

Por Malanny Serejo

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

1 Comentário

Deixe um comentário