Prisão de ventre ou intestino preso

prisão-de-ventre

Prisão de ventre ou intestino preso
Um número elevado de mulheres que sofrem com a prisão de ventre ou intestino preso é muito grande. Existem casos de pessoas ficarem um, dois, três, ou até mais dias sem ir ao banheiro.

A prisão de ventre tem a ver com a constituição do corpo feminino, a ação dos hormônios, a ingestão de anticoncepcional que altera a flora intestinal.
O maior erro é segurar a vontade de ir ao banheiro, porque está no trabalho, ou porque não quer ir em lugar desconhecido, você interrompe o processo. A onda passa e só deve aparecer de novo no dia seguinte. O problema cresce porque, depois de dois dias, as fezes já estão ressecadas e, portanto, mais difíceis de sair.

A falta de funcionamento do intestino está ligada às toxinas que não são eliminadas devidamente e o resultado é o inchaço, gases, enxaqueca, espinhas, alergia, celulite, fadiga e depressão.

Ataque o problema em quatro frentes:

Alimentação
Você precisa comer três porções por dia de folhas, três de legumes e três de frutas. Algumas frutas como papaia, ameixa, abacaxi, maracujá e laranja ajudam ao intestino a funcionar. Prefira o pão integral e consuma um iogurte (com lactobacilos) por dia. Beba, no mínimo, 2 litros de água por dia.

Exercício físico
A malhação ajuda muito na briga da prisão de ventre pois ajuda nos movimentos peristálticos. Meia hora por dia já é suficiente, e o abdominal é uma boa opção porque fortalece a musculatura do ventre, importante na expulsão das fezes.

Laxantes
Você não deve utilizar medicamentos para a prisão de ventre sem prescrição médica. Embora alguns tipos de laxante, como os de fibras solúveis, por exemplo, não causem danos ao organismo, outros (mesmo os naturais à base de cáscara-sagrada e ruibarbo) podem fazer mais mal do que bem.
O risco de irritar o intestino, destruir a sua flora, viciar seu organismo é grande e, com o tempo perde o efeito.

Atenda ao seu intestino
Na sua rotina, devem constar todos esses hábitos diários mais incluir também o de atender prontamente aos chamados do seu intestino, esteja onde estiver. Se ele até já parou de chamar, passe a ir ao banheiro, mesmo sem vontade, após as refeições.
Nesse momento pode acontecer o refluxo gastrocólico, uma movimentação em todo aparelho digestivo, capaz de despertar a vontade até nos intestinos mais preguiçosos. Sente, relaxe e aguarde.
Caso tenha hemorróida, deve evitar de fazer esse procedimento porque pode agravar o quadro. Tente, insista, você vai colocar a sua barriguinha em ordem, seu organismo vai funcionar melhor.

Massagens e posturas:
A posição de cócoras estimula o intestino e o ajuda a funcionar melhor. No vaso, mantenha o tronco curvado para a frente.

Se estiver em casa, use um banquinho, de cerca de 30 centímetros para apoiar os pés. Dessa forma, as fezes tendem a sair naturalmente.

Sentada no vaso, faça uma massagem abdominal, em grandes círculos, no sentido horário, para estimular os movimentos peristálticos.

Se você não gosta de se sentar nos vasos de banheiros públicos, use um papel para forrar o assento.

Lencinhos higiênicos umedecidos fazem uma boa higienização, e podem ajudá-la a se sentir mais segura de usar o banheiro na hora do expediente.

Faça 5 minutos de compressa com bolsa de água gelada, seguida por 5 minutos de bolsa de água quente no ventre. Em seguida, massageie no sentido horário. Repita quatro vezes.

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário