Separação x Pensão

Atualizado em:

filhossepagrande Separação x Pensão

Separação x Pensão
Com a separação do casal, temos que começar a pensar em algumas atitudes a serem tomadas como divórcio e pensão que são processos separados.

Valor da pensão e outros direitos:
Para definir a quantia da pensão alimentícia que gira em torno de 30% do ganho mensal, mas essa porcentagem não é uma regra. A pensão é obrigatória para os filhos. Lembrando que outros acordos, como o sustento da ex-mulher, são discutidos e decididos pelo juiz.

Revisão do valor:
O valor não sendo suficiente,  pode pedir uma revisão. Para conseguir o aumento você deverá apresentar provas, como carnê de escola particular na qual seu filho seja matriculado.

Em dinheiro:
Não, a pensão pode ser paga em dinheiro, o pagamento de algumas contas ou ser uma mescla dos dois.

A pensão não é mais obrigatória:
O filho completando 18 anos. Nos casos de escola ou na faculdade, esse dinheiro terá de ser dado até os 24 anos ou a conclusão dos estudos. Em caso de problemas de saúde, a pensão também não pode ser suspensa até a criança melhorar ou se ele for incapaz, a renda deverá durar a vida toda.

Recusa ou ele sumir:
Arranje uma forma de encontrá-lo para cobrar a dívida judicialmente. Se ele se recusar a pagar, pode ser preso depois de três meses.

Visitas suspensas:
As visitas do pai ao filho não podem ser suspensa pela falta de pensão ou do dinheiro ao qual você tem direito.

Os pais do ex-marido:
A obrigação é dos pais. Mas, em caso de falta de condições, pode-se tentar recorrer aos avós das crianças.

Outro casamento:
Seu filho não vai perder a pensão você tendo um outro casamento.

Outras dúvidas:
Sempre comprove os gastos com os filhos e os de casa para serem divididos.

Você tem direitos desde a gravidez. Entretanto, se a união for estável, será preciso comprovar a paternidade com um exame de DNA.

Mesmo que ele tenha agora duas famílias seu ex marido pagará a pensão. Seus filhos não podem ser prejudicados. Se for segunda mulher, mova uma ação e mostre as necessidades de seu filho. Os seus direitos são os mesmos.

Caso ele não possua carteira assinada e alega não ter dinheiro. Demonstre as condições financeiras dele, por extratos bancários, por exemplo.

O valor mensal é fixo. Nas férias com o pai, os gastos extras viagens, presentes, alimentação não podem ser descontados do valor.

Se a guarda de seus filhos ficou com ele, sua obrigação é a mesma com o pagamento da pensão todos os meses.

Revisado por: em .

Deixe uma pergunta ou sugestão abaixo!