Página inicial » Saúde » Síndrome de crohn – sintomas e tratamentos

Síndrome de crohn – sintomas e tratamentos

Atualizado em:

sindrome crohn Síndrome de crohn   sintomas e tratamentos

Síndrome de crohn

A síndrome de Crohn é dada como a inflamação no intestino delgado, que deixa cicatrizes na parede intestinal atacando diretamente o segmento terminal do delgado (íleo).

Ela pode se manifestar em qualquer idade, mesmo em crianças.  Mas as crianças devem ser tratadas de maneira resoluta e imediata.
Caso a doença inflamatória em crianças não seja tratada pode trazer desordens no crescimento, atraso na puberdade e baixo desempenho escolar.

A inflamação pode acontecer em ocorre em toda parede intestinal: mucosa, músculos longitudinais e transversais da parede e no tecido conjuntivo abaixo da mucosa intestinal.
Assim provocando alterações nas estruturas, e nas glândulas intestinais, causando assim a perda gradual na função digestiva.

Sintomas

Muitas vezes os sintomas não são característicos para uma síndrome pode-se apresentar dores estomacais inexplicáveis, diarréia, dor aguda na boca do estômago.

Febre, perda de peso e de apetite também fazem parte do quadro de sintomas para a síndrome, em algumas vezes se pode passar até anos para que o médico encontre o diagnóstico correto.

Um conjunto de dores como abdominal, diarréia e febre, com sintomas em articulações, inflamação na pele ou inflamação recorrente nos olhos também podem ser sinais de Crohn, assim como a presença de fístulas anais.

Pode ocorrer inflamações no olhos, conjuntivite, inflamação parcial ou completa da esclerótica, inflamação da Íris, inflamação da membrana intermediária do globo ocular e inflamação da retina.

Lesões avermelhadas dolorosas na pele, que em muitas vezes indica o mal de Crohn, podendo aparecer na mucosa bucal ou na região anal.
O fígado, a vesícula, pâncreas podem ser envolvidos na doença e só se tendo a certeza da doença em laboratório pelo nível elevado de enzimas hepáticas no sangue.

Tratamentos

Os anti-inflamatórios podem ser administrados nos primeiros sinais da doença inflamatória intestinal e mesmo na fase de remição ou crônica na doença.

CORTISONA
SULFASALAZINA
MESALAZINA

Com tratamento médico, dieta ideal, o acompanhamento psicológico diminuem a remissão da doença ao máximo, tornando os ataque agudos raros.

Revisado por: em .

Sobre Adriane Boneck

Maquiadora e cabeleireira Profissional formada pelo Senac e Oficina dos Cabelos. Redatora e fundadora do Blog da Adri desde 2005

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>