Tratamentos para Infertilidade

Das causas de infertilidade, 30% são de causa masculina, 30% de causa feminina, 30% são de causa feminina e masculina e 10% de causas indeterminadas.Em 30% dos casos, ambos os membros do casal têm problemas.A infertilidade feminina pode ser causada por fatores como:Distúrbios hormonais que impeçam ou dificultem o crescimento e a liberação do óvulo (ovulação);Síndrome dos Ovários Policísticos;Problemas nas trompas ou tubas uterinas provocados por infecções,cirurgias;Endometriose;Ligadura das trompas;Muco cervical que impede a passagem dos espermatozóides.

Conheça, abaixo, os melhores tratamentos para infertilidade:

– Indução da Ovulação

Essa técnica é utilizada quando a pesquisa básica de fertilidade diagnosticou falta ou distúrbios na ovulação. Também é utilizada em casos de ovários policísticos. É também uma fase importante da Inseminação Intrauterina e da Fertilização in Vitro. Uma série de hormônios é responsável pelo fenômeno da reprodução.O objetivo do tratamento é fazer com que o ovário produza um óvulo na época certa e orientar o casal para ter relações nessa época. Muitos medicamentos podem ser utilizados, e cada vez mais os resultados são promissores.

É necessário um monitoramento da resposta dos ovários para que não haja mais de um folículo maduro ou para que não haja hiperestimulação dos ovários. Esse monitoramento é, geralmente, feito por ultrassom (ultrassonografia) endovaginal.

– Fertilização In Vitro (FIV)

A Fertilização In Vitro, também chamada de FIV ou de “bebê de proveta”, foi uma das grandes conquistas no tratamento da infertilidade. É reservada para casais que já tentaram outras formas de tratamento ou para aqueles que têm impossibilidade de obterem uma gravidez por métodos naturais ou assistidos.Vários óvulos são removidos do ovário após uma sessão de indução da ovulação com medicamentos.

A remoção desses óvulos é feita através da vagina, orientada por ultrassom (ultrassonografia) endovaginal.Esses óvulos são fecundados com os espermatozóides do parceiro (ou de um doador, caso o parceiro não tenha nenhuma possibilidade de produzir espermatozóides).

– ICSI

Injeção de um espermatozóide dentro de um óvulo por meio de micromanipulação.Essa técnica de tratamento da infertilidade pode atingir até 60% de êxito em mulheres com menos de 35 anos. Essa técnica também permite esperança para homens que nunca teriam a possibilidade de ter filhos. Os espermatozóides são obtidos por meio de coleta natural, ou aspiração do epidídimo, ou extraído do testículo. Esses espermatozóides são injetados diretamente dentro do óvulo e os embriões são implantados no útero por meio das mesmas técnicas da fertilização in vitro. Fonte: abc da saúde/ Gineco

Por Malanny Serejo

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário