Tudo Sobre Métodos Anticoncepcionais

Formas contraceptivas

Os métodos contraceptivos são meios de prevenir uma gravidez e proteger-se de algumas doenças sexualmente transmissíveis (DST). São muitas as opções, o correto é consultar um médico especialista em ginecologia para escolher o método mais adequado às suas necessidades.

Dentre todas as alternativas, os métodos se dividem entre reversíveis e irreversíveis. No primeiro caso, trata-se das ações que podem ser interrompidas a qualquer momento, permitindo engravidar quando for desejado. Já os meios irreversíveis, servem para casais que não pretender ter mais filhos. O processo é dado por uma intervenção cirúrgica.

Algumas opções de contraceptivos:

 Pílulas – esta é uma das opções mais eficazes e simples de contracepção reversível. Sua atuação ocorre através da inibição da ovulação, ou seja, enquanto a pílula for utilizada corretamente a mulher não terá período fértil.

Adesivo – é um método de fácil aplicação. O adesivo libera uma dose diária de hormônios estrogênio e progesterona para a corrente sanguínea. A função é inibir a ovulação, protegendo a mulher de uma gravidez, igualmente como trabalha a pílula.

Diafragma – trata-se de uma capa de borracha que deve ser introduzida na vagina, de modo que o colo do útero fique protegido.  O diafragma atua formando uma barreira que impede a entrada de espermatozóides no útero. Este método deve ser utilizado em conjunto com um creme espermicida.

Dispositivo Intra Uterino (DIU) – esta forma de contracepção ocorre com a inserção de um dispositivo de plástico e cobre (ou prata) no útero. Sua função é interromper a nidação, processo em que o óvulo se fixa no endométrio.

Preservativos – a comumente conhecida “camisinha”, se trata se uma capa de látex bem flexível e resistente. É um ótimo método para proteger-se de uma gravidez e também de algumas DST. O preservativo masculino é popularmente utilizado. Também há a versão feminina, que é muito parecida, difere-se por possuir um aro flexível na ponta fechada e outro na extremidade aberta. A camisinha para mulheres funciona mais ou menos como o diafragma, deve ser introduzido no órgão sexual antes de qualquer contato físico. Nenhum preservativo é reutilizável.

 

Por Ingrid de Castro

Deixe um comentário