Vitaminas e seus Benefícios para o Corpo

Elementos nutritivos, as vitaminas são fundamentais para vida e manutenção da nossa saúde. Grande parte das vitaminas possuem em sua estrutura compostos nitrogenados chamados de Aminas, os quais o organismo sozinho não consegue sintetizar. Por isso a importância delas, que, se faltarem na alimentação diária, provocam sérias manifestações de carência ao organismo. O corpo humano pode receber as vitaminas, não só através da alimentação, mas também por injeção, via oral ou por aproveitamento das vitaminas formadas pela flora intestinal.

As vitaminas podem ser classificadas em dois tipos:

– Hidrossolúveis (solúveis em  água e podem ser absorvidas pelo intestino): B1, B2, B6, B12, Biotina, Ácido Pantotênico, Niacina, Ácido Fólico, C e Bioflavonóides.

– Lipossolúveis (solúveis em gordura, elas são absorvidas pelo intestino com a ajuda dos sais biliares produzidos pelo fígado) : A, D, E, e K.

Para aproveitar o melhor das vitaminas, saiba o benefício de cada uma delas:

Vitamina C: aumenta a absorção de ferro pelo intestino, previne e cura doenças virais, como gripe, atua na prevenção de câncer, reduz risco de doença cardíaca, catarata e aumento as defesas orgânicas. Dose diária recomendada: 60 mg. Boas fontes: mamão papaia, brócolis, suco de laranja, morangos, kiwi e manga.

Vitamina A: combate radicais livres, formação dos ossos, pele; funções da retina, sua carência gera problemas de visão, secura da pele, diminuição de glóbulos vermelhos e formação de cálculos renais. Boas fontes: fígado de aves, animais e cenoura.

Vitamina D: atua na regulação do cálcio do sangue e dos ossos; sua carência gera raquitismo e osteoporose. Boas fontes: óleo de peixe, fígado, gema de ovos.

Vitamina E: previne dificuldades visuais e alterações neurológicas. Boas fontes: verduras, azeite e vegetais.

Vitamina K: age na coagulação sanguínea, previne osteoporose; sua carência provoca desnutrição, má funçãodo fígado e problemas intestinais. Boas fontes:  fígado e verduras.

Vitamina B1: age no metabolismo energético dos açúcares; sua carência pode provocar Beribéri. Boas fontes: cereais, carnes, verduras e levedo de cerveja.

Vitamina B2: atua no metabolismo de enzimas, proteção no sistema nervoso; sua carência provoca inflamações na língua, anemias e seborréia. Boas fontes: leite, carnes e verduras.

Vitamina B5: atua no metabolismo de proteínas, gorduras e açúcares; sua carência provoca fadiga, câimbras musculares e insônia. Boas fontes: fígado, cogumelos, milho, abacate, ovos, leite e vegetais.

Vitamina B6: auxilia no crescimento, protege as células e age no metabolismo de gorduras, proteínas e produção de hormônios; sua carência gera seborréia, anemia e distúrbios no crescimento.

Vitamina B12: atua na formação de hemácias e multiplicação celular; sua carência pode gerar anemia perniciosa. Boas fontes: fígado e carnes.

Por Malanny Serejo

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário