Você sabe ouvir não?

 

Você sabe ouvir um não – como lidar com rejeição

A vida nem sempre é feita de realizações da nossa própria vontade. Além de ser necessário ceder, especialmente para facilitar convivência com as pessoas ao nosso redor, também ouvimos muitos “não” durante a trajetória, até chegar onde desejamos. Algumas pessoas conseguem absorver estas recusas como uma forma de estimulo para melhorar, seguir em frente, enquanto outras se recusam a aceitar. E você, sabe ouvir um não?

Estes “não” que ouvimos durante a vida inteira vêm das mais variadas origens. Eles podem surgir logo na infância, quando os pais utilizam a negação para impor a sua autoridade e educar os filhos; na escola, quando os professores também exercem seu papel de educadores; nas relações de amizade, quando a vontade do outro também é imposta; nas relações amorosas, quando há divergências de opinião ou mesmo um amor não correspondido; no trabalho, quando não atingimos ainda as exigências do empregador, e muito mais.

Até aí tudo bem, mas o que acontece quando este não é direcionado a você? Algumas pessoas, como já foi dito, compreendem que este não pode ser um sinal de é preciso amadurecer, tanto pessoalmente, quanto nos seus projetos, tratando-se neste caso das qualidades nos estudos ou trabalho. Porém, há sempre pessoas que acreditam ser ótimas em tudo, prontas para qualquer coisa e quando alguém lhe oferece uma resposta negativa, tudo desanda.

O sentimento de superioridade pode fazer com que estas pessoas não aceitem ouvir um não, mas é necessário tratar este tipo de posicionamento, pois na vida, na maioria das vezes, temos de ceder. Entenda, um “não” não é para ser compreendido e causar acomodação, mas sim para impulsionar ao crescimento, ao aperfeiçoamento, à melhorias.

 

 

Por Ingrid de Castro.

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Ainda sem avaliação)

Deixe um comentário