Linfoma Não-Hodgkin – o que é ? e como Tratar

Doença que afetou o lindo e talentoso ator Reynaldo Gianecchini, o Linfoma Não-Hodgkin é O linfoma é um tipo de tumor maligno do sistema linfático, que pode atacar outros órgãos, e é subdividido em diversas categorias, entre elas, o linfoma não-Hodgkin. O sistema linfático é uma rede de órgãos que auxilia na proteção contra bactérias e vírus sendo importante componente para o sistema imunológico das pessoas. A doença surge quando linfócitos agrupados nos gânglios linfáticos começam a multiplicar-se e crescer de forma desordenada.

Um linfoma é classificado conforme as características das células doentes. Sendo que existem cerca de 40 tipos de subclassificações de tumores no linfoma não-Hodgkin, porém, os médicos costumam classificá-los em três categorias:insolente, agressiva e altamente agressiva.

O linfoma insolente é mais comum em idosos acima dos 60 anos, não tem cura, mas o paciente fica em observação e pode conseguir muitos anos de sobrevida; o linfoma agressivo demora alguns meses para se desenvolver, tem cura, e é mais comum em jovens; e o linfoma altamente agressivo cresce rápido e atinge mais as crianças.

Os sintomas podem ou não aparecer, mas geralmente se manifestam pelo aumento dos gânglios. Que ficam inchados e sensível ao toque quando encontrados em locais como pescoço, virilha, joelhos e axilas, Há ainda sintomas de febre, perda de peso e cansaço.

Como grande parte dos cânceres, o tratamento é feito com quimioterapia e radioterapia, onde alguns pacientes necessitam de internação, mas o tratamento é geralmente ambulatorial.

Por Malanny Serejo / Fonte: saude.terra

Deixe um comentário

Deixe uma pergunta ou sugestão abaixo!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.